Livre arbítrio e imposição coerciva: descubra as diferenças


Faz-me imensa confusão, esta comparação disparatada entre a possibilidade do governo nos enfiar uma app telefone adentro, transformando agentes de segurança em monitorizadores de telemóveis, e os dados que entregamos voluntariamente aos Facebooques da vida. Será assim tão difícil de perceber a diferença entre uma imposição coerciva e uma decisão pessoal e voluntária?

Sejamos sérios: se eu, ou qualquer um de vocês, decide entregar informação pessoal a uma plataforma digital, bem ou mal, é de uma escolha livre que se trata. Uma escolha que pode ser revertida a qualquer momento. Se um governo decide impor uma aplicação, fazendo uso de multas e de patrulhamento policial, é o espírito da democracia que está a ser posto em causa. São os nossos direitos, liberdades e garantias que estão na prancha.
E, em cima de tudo isto, outro problema se coloca, a reboque desta tentativa falhada de impor coercivamente uma aplicação que nos monitoriza, independentemente de poder ou não gerar um efeito positivo (eu não acho que gere, mas não tenho uma opinião fechada sobre o tema). É que ela abre um precedente muitissimo perigoso. Hoje é a covid-19, amanhã é um alerta terrorista, a seguir sabe-se lá o que virá. Lembram-se do Patriot Act, na sequência do 11 de Setembro? Correu mesmo bem, não correu?

De boas intenções está o Inferno cheio.

Comments

  1. Carlos Almeida says:

    João

    Concordo plenamente , mas relativamente ao fakebook o que escreveu e que reproduzo abaixo, não é verdade.

    “Uma escolha que pode ser revertida a qualquer momento.”

    Quem criou conta no fakebook nunca mais se livra da peçonha.

    • João Mendes says:

      Talvez não se livre do que já entregou ao Zuckerberg, confesso que não sei, pelo que não direi mais do que isto. Mas pode parar a relação comercial que tem com o Facebook e não lhe oferecer mais dados.

      • Carlos Almeida says:

        Não tive e não terei qualquer conta que ajude esse Isaac a ganhar dinheiro. Tinha conta no LinkDin ate ser comprado pelo Bill do Gang, da mesma quadrilha

    • Paulo Marques says:

      Nem é preciso criar conta, o perfil é criado na mesma, e à margem da lei. Só bloqueando com extensões.

      • Carlos Almeida says:

        Se, como eu faço, apagarem todos os email que recebem com links para o fakebook, para que serve o perfil.?
        O problema é que alinham com ele e aceitam o jogo do bandido

        • Paulo Marques says:

          De que serve apagar os emails se os sites, incluindo os jornais, incluem alegremente código do FB?


    • A privacidade é como a virgindade, só se perde uma vez, depois não há volta a dar.


  2. Por mim, já decidi. Não vou alinhar na aplicação coisa nenhuma e apelo a que todos o façam. Não lhe abram a porta nem um bocadinho. Tolerância ZERO para os abusos. O costinha passou a linha vermelha.


  3. Quando foi da greve dos 700 motoristas de materias perigosas, 99,5 % dos portugueses acharam bem ou borrifaram-se para que o governo os tenha obrigado á força a trabalharem, caso se recusassem iam presos. Neste momento, eles, como eu, borrifam-se para os direitos liberdades e garantias desse portugueses. Acho muito bem que sejam obrigados a obedecer ao governo e bico calado. Senão, mão pesada neles.

    • Paulo Marques says:

      Então é igual a eles; e se isso às vezes é necessário, ao menos escolha um em que face diferença, que a app nunca ia dar em nada.

  4. Rui santos says:

    Claro que tudo é claro.

    Uma é coerciva e limitadora das liberdades mas que teoricamente visa um fim de grande importância e a outra não sendo coerciva é dar total acesso à sua informação, de livre vontade, a um construtor de telemóveis dos antípodas e desconhecer por completo o destino futuro dessa informação.

    Uma coisa é ser espiolhado por um sistema caseiro de pseudo totalitario outra é por um totalitarismo planetário assente na tecnologia topo de gama e na IA.

    Por um sistema caseiro de vigilância poderás estar em servidão. Por um sistema planetario estarás em escravatura.
    Pode-se sempre responder com armas e fundamentalismo.


  5. De cada vez que o meu telemóvel androide me pede para atualizar software, eu sorriu! lá vem mais uma sub-rotina para melhor me controlarem !!!
    Assim como assim, seja o que Deus quiser …

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.