Lock ‘em up!

Jacob Chansley, o chalupa pró-Trump que ficou conhecido por profanar o look old-school do Jay Kay dos Jamiroquai, versão neofascista-conspiracionista, enfrenta uma pena de 51 meses de prisão, que resulta da sua participação na tentativa de golpe de Estado orquestrada por Trump e restante cúpula da extrema-direita norte-americana.

A defesa alega agora que o “xamã QAnon” tem problemas psicológicos, está arrependido e pede a “compaixão do tribunal”. Problemas psicológicos terá, seguramente, ou não faria parte da seita QAnon. O look ainda vá que não vá, que o que não falta nos EUA são tolinhos com looks saídos de um filme do Tim Burton. Já participar numa tentativa de golpe de Estado, ameaçar representantes eleitos (incluindo Mike Pence, então n°2 de Trump) e incentivar a violência é outro campeonato, cujos praticantes, também conhecidos como delinquentes, devem ser encarcerados. Que assim seja. Para ele e para os restantes 660 delinquentes pró-Trump que participaram naquele reality show autocrático do fascista americano.

 

P.S. Por altura da invasão do Capitólio, o cadastrado neo-nazi detido esta semana usou o Twitter para ameaçar o país com a iminência de algo similar em Portugal. Ontem, após ser libertado, Mário Machado concluiu a sua declaração aos jornalistas com a saudação nazi e um “viva a vitória”, versão portuguesa de “seig heil”. É deixá-los andar e continuar a bater na tecla das falsas equivalências. Tem tudo para correr bem.

Comments

  1. Sampaio says:

    Uma mistura de revista Maria com as novelas do correio da manhã muito interessante…
    Mas não podia deixar um big brother com Mário Machado
    Até fico com medo ….


  2. O João está certo. Libertar a cobra é o deixa arder qu’o meu pai é bombeiro

  3. JgMenos says:

    Com tanto ‘democrata da revolução de outubro’ à solta, preocupam-se com um suposto nazi!?!?

    Quanto ao tótó com cornos, onde a responsabilização do seu mentor, o QAnon Trump. Contentam-se com migalhas…

  4. Tuga says:

    Menos

    “Com tanto ‘democrata da revolução de outubro’ à solta, preocupam-se com um suposto nazi!?!?”

    “Suposto nazi ” ????

    Quem não quer ser lobo, não lhe veste a pele

    Se calhar não reparaste ou achaste normal que o Machado fizesse a mesma saudação que nós há quase 70 anos fazíamos,quando marchávamos “cantando e rindo” na Mocidade Portuguesa de Salazar.

    A saudação que os miúdos de 12 anos faziam de braço estendido era a saudação nazi, sim.

    Ainda tenho o cinto de cabedal com o S na fivela,da farda da bufa. Vê se adivinhas o que é que esse S significava, guarda livros Salazarista.

    • JgMenos says:

      És um ignorante!
      A saudação foi romana antes de ser fascista, nazi e sim, também por cá se usou quando era moda na Europa.
      E em Roma com o gesto ia o ‘Avé’ que ainda tem largo uso.

      Mas ainda hoje andam por aí uns tipos de braço no ar e punho fechado, e dizem-se adoradores de Lenine e ninguém se incomoda com isso, apesar de corresponder a um regime que largamente ultrapassou a matança do Hitler.
      Mas como sempre, basta um qualquer palhaço abrir a mão, para os do punho fechado clamarem por uma ameaça que disfarce a que eles muito mais realisticamente representam… e nunca os apanhas a dizerem mal do Putin ou a defender a Europa do bielorusso!!!

      • Paulo Marques says:

        Não me digas, até passas a ser contra qualquer partido financiado por Moscovo?
        Quanto ao palhaço, as tatuagens não são romanas. Nem a saudação é a mesma, mas história não é com direitolos, ou não insistissem em repeti-la.


      • “A saudação foi romana antes de ser fascista”
        Exato. E a suástica foi um símbolo budista da paz.

      • Tuga says:

        Menos

        “por cá se usou quando era moda na Europa.”

        Foi usada na chamada Mocidade Portuguesa, organização da juventude fascista de Salazar, E não usada por moda na Europa, foi usada porque Salazar de quem fascistas como tu, tentam ingloriamente limpar a imagem criminosa, era na altura um lacaio de Hitler e Mussolini.

        “És um ignorante!”

        Muito obrigado, isto dito por um Salazarista é muito esclarecedor do tipo de gente que insulta. Nisso és muito bom

      • POIS! says:

        Pois mas…

        Consta que Salazar só o usou o braço levantado por motivos estritamente higiénico-ecológicos e nunca como símbolo adolfo-mussolinesco..

        Porque, como se veio a apurar, era um fervoroso adepto de que a higienização dos sovacos se fizesse por simples arejamento, dispensando-se desodorizantes químicos que danificavam o ambiente.

        Ainda por cima, por serem importados, desequilibravam a Balança de Pagamentos.

        Assim a malta salazaresca começava por levantar o braço direito e era apanhada nas fotos. Depois levantava o esquerdo, mas desta fase não há imagens. Ou serão raras. Os rolos, na altura, eram muito caros.

  5. luis barreiro says:

    neonazis e neo comunas tudo a mesma trampa

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.