Se vamos investigar o PCP, investigue-se o PSD também

Essa ideia de se investigar um partido, por ter uma posição com a qual não se concorda, parece-me uma ideia pouco democrática. Mas se é para ser, então que seja retroactiva. Porque se vamos investigar as ligações do PCP ao Kremlin, talvez fizesse igualmente sentido investigar o PSD, porque a ascensão meteórica de Durão Barroso, da Cimeira das Lajes para a presidência da CE, e daí para a do Goldman Sachs, para ainda ir parar à Aliança Global para as Vacinas, também dava uma bela de uma investigação.

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    Não há nada a investigar, João.
    Os quatro marmanjos que ali estão fazem todos parte da mesma família geo política e da mesma estrutura militar. A NATO.
    A não ser por mera curiosidade, investigar 20 anos depois o papel de Durão Barroso e do PSD, só mesmo para lhe atribuir o “honoris causa” da hipocrisia.
    Tal como o PCP faz de advogado do Diabo, no presente, o PSD sempre defendeu antes de qualquer ética republicana, a carteira e os interesses económicos dos seus dirigentes.
    O resto é chafurdar na lama.

  2. Miguel says:

    Não, na verdade seria uma pífia investigação. Há séculos que toda a gente sabe que balões cheios de ar quente ascendem que é um deleite ver.

  3. Joana Quelhas says:

    Do bestunto dum comuna não pode nunca , mas nunca pode sair boa coisa.
    Vem-me este por em pé de igualdade uma relação com países ocidentais representativos do que melhor a Liberdade tem sobre qualquer aspecto q se queira considerar , com países comunistas, que foram e são o maior flagelo que a Humanidade conheceu. responsáveis por mais mortes que todos as guerras e cataclismos naturais desde que há registo e memória somados.

    Joana Quelhas

    • Rui Naldinho says:

      Não fosses tu um poço de ignorância, saberias quantos nativos do continente Americano, de norte a sul, foram exterminados à conta desse teu paleio. Só nos EUA e Canadá foram cerca de 25.000.000 desde a colonização inglesa.
      Saberias quantos africanos morreram de forma barbara e cruel, vítimas da escravatura.
      Saberias quantos mártires por essa Ásia morreram vítimas das atrocidades do Império Nipónico.
      Não, não sabes. Porque isso exige trabalho. O que tu sabes é debitar um conjunto de alarvidades, como se percebesses alguma coisa de liberdade.

      • Joana Quelhas says:

        O Naldinho é que é sábio. Ele estuda…
        25 Milhões desde a colonização inglesa… É muita milhão… É pena estudar pelos livros dos comunas que muito inventam para ofuscar os seus hediondos crimes.
        O Naldinho gosta daqueles livros que dizem que a América antes da chegada dos europeus era um paraíso…
        O Naldinho lê que o Cortéz dizimou os Astecas mas não leu o resto … já não lhe interessa. Nem sequer se questiona como é que os espanhóis (500 homens ) tinham força para tão longe do seu “habitat “natural sem “linhas logísticas de suprimentos” podiam executar tal façanha! Ninguém os ajudou…ah não esquecer nas Américas existia o paraíso sobre a terra…
        O Naldinho estuda , estuda muito mas não sabe que os escravos que eram trazidos do continente africano já eram escravos de outros africanos que os vendiam aos escraveiros que finalmente os traziam para o continente Americano.
        Os europeus não escravizaram os índios porque não praticavam a escravatura e por isso os iam comprar a Africa onde essa prática era corrente. O Naldinho estuda estuda mas nunca ouviu falar do império de OYO.
        O Naldinho é um estudioso mas ainda não reparou que a escravatura não acabou por revolta dos escravos.
        Foi abolida, e sabes por quem ?
        Vá lá Naldinho tu estudas, deves saber que o escravatura foi abolida pelo Ocidente cujos valores morais o humanistas não conseguiram conviver mais com essa hedionda pratica .
        A escravatura continuou em África “as usual”.
        Não estudaste que um escravo africano (apesar das condições horríveis da viagem) seria abençoado se conseguisse ser “exportado” para as Américas , pois caso contrário iria para oriente onde para começar era “capado” , não vá seduzir alguma mulher do sultão…Só nesta prática a grande maioria morria em condições horríveis.
        Enfim ,tivesse eu paciência serias reduzido À tua insignificância cultural. O interessante é que tipos como tu cuja formação foi o PREC e as Campanhas de Dinamização Cultural, ainda acham que são pessoas muito “cultas”… santa pobreza de espírito…reflexos da mentalidade revolucionária.
        Joana Quelhas

    • João L Maio says:

      Sim, ó Joana Banana, mas vamos lá ver umas coisas:

      1 – o João Mendes não é “comuna”;

      2 – o João não pôs em pé de igualdade, apenas foi coerente e perguntou se estes criminosos de guerra que vê na imagem serão responsabilizados ou não;

      3 – a Rússia e o Putin não são comunistas, são do mais feroz capitalismo que se imagina;

      4 – ia dizer para apostar no stand-up, porque tem piada… mas a piada que tem é daquela penosa.

      Boa sorte…

    • estevesayres says:

      Quelhas, em que academia é que andou? E já agora, já alguma vez leu o pasquim do “Diabo”? Eu nunca li!!! Por fim;, só falta dizer que os comunistas comem as criancinhas ao pequeno almoço … Um Ex.RPA-C

    • antinazi says:

      “bestunto dum comuna”

      Brilhante. Nem o Salazarista JgMenos diria melhor.

      Nós os ricos e democratas é que temos toda a veredade

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.