“Cavas” em grande

É um fartote! Uma viagem até aos colorados e sai-nos uma comitiva destas. Leiam os comentários dos leitores do i, valem mesmo a pena. Realmente, ou melhor dizendo, “presidencialmente”, os famosos sacrífícios são para alguns. Ainda me lembro da chegada de Carlos e Camila a Lisboa. Chovia a cântaros e o casal britânico empunhava os respectivos guarda-chuvas, enquanto os nossos “mandarins” Aníbal e Maria, tinham serviçais que faziam o excelso frete de os proteger da enxurrada. Enfim, coisas da pequeno-burguesa república ainda portuguesa.

Caramba, se pelo menos nesta Cimeira, o homem ousasse dizer um “porque no te callas?!” Impossível, até porque estar calado é o seu “viver habitualmente”, como dantes se usava dizer.

Coisas que não entendo

"A cantora colombiana Shakira propôs hoje à presidente da Argentina que o desenvolvimento infantil e a educação desde a primeira infância sejam temas prioritários na cimeira ibero-americana que terá Cristina Kirchner como anfitriã, no próximo ano."

Sim, é mesmo a Shakira. Aquela moça que canta e dança como se tivesse episódios regulares de espasmos musculares. Sinceramente pensei que era uma piada, porque continuei a ler a notícia que diz  que "As declarações de Shakira foram feitas numa cerimónia realizada à margem da XIX Cimeira ibero-americana, mas que contou com a presença de cinco presidentes que participam nos trabalhos da reunião de governantes de 22 países da Europa e América Latina e do secretário-geral ibero-americano, Enrique Iglesias". Shakira?!? Enrique Iglesias?!? Não, isto deve ser uma piada. Mas não! É mesmo verdade.

Primeiro leio que a Shakira destaca "a importância dos governos investirem nas crianças, considerando-as a base do futuro", propõe "que a educação das crianças até aos seis anos seja um dos temas em destaque", destaca "a importância dos benefícios para a sociedade alcançados com o estímulo das crianças desde os primeiros tempos de vida" e para finalizar remata que "investir nas crianças é investir na estabilidade, na segurança e na paz". Depois vou dar uma vista de olhos no novo teledisco da cantora e fico sem entender o que isto quer dizer. A única coisa que eu entendo é que, vindo de quem vem, estas declarações inserem-se mais que perfeitamente no conceito de coisas que não entendo. Mas é que não entendo mesmo.