Efectivamente, Coentrão

Exactamente: «uma inscrição num cachecol que não reflecte o respeito que nutro por todas as instituições». Óptimo.

Em Portugal, só jogo no Benfica

«Contrariando rumores de que irei jogar no Sporting, e apesar do respeito que tenho pelos clubes portugueses, em Portugal só jogo no Benfica».

— Fábio Coentrão

***

«A Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD informa que chegou a acordo com o Real Madrid CF para a transferência do jogador Fábio Coentrão por empréstimo na época desportiva de 2017/18.».

Benfica´s midfielder Fabio Coentrao (C) runs after scoring against Porto during a Portuguese Cup football match at Dragao Stadium in Porto, northern Portugal, on February 2, 2011. FRANCISCO LEONG/AFP/Getty Images (http://bit.ly/2tKf2kv)

Fábio Coentrão no Real de Madrid

É daquelas notícias que entristecem e alegram ao mesmo tempo. Se houvesse verdadeiro gosto pelo futebol português até os adversários (portistas incluídos) deviam entristecer. O melhor jogador português a jogar em Portugal, o mais raçudo, lutador e autêntico foi-se, já cá não joga.

Por outro lado alegro-me por Fábio Coentrão, ele merece e o mundo não anda cego. O Real é o topo e o Fábio já lá está. Nuestro hombre en Madrid, dirão um destes dias em Caxinas. E Vaya Caxinas seria um bom grito para se ouvir desde Madrid naqueles momentos em que Coentrão liga o turbo e desequilibra.

PS poupa nos gastos públicos com a campanha eleitoral

Muito mais barato que o pesetero Figo ficou Fabio Coentrão – bastou Mário de Almeida assobiar, e o caxineiro lá foi dizer que não é socialista mas sempre foi do PS, manifestando uma elevada maturidade política: socialista e do PS é demais para um homem só.

É preciso um desenho?

Quando jogas pela selecção os árbitros são outros pá. As faltas são faltas, e os penáltis são marcados. Entendido Fábio Coentrão?

Fábio de Coentrada

http://rd3.videos.sapo.pt/play?file=http://rd3.videos.sapo.pt/b1pMTfFTYWEMy7gzMZPu/mov/1
A raça e o talento estão lá todos. É das Caxinas, o Fábio Coentrão, o que explica uma grande parte do seu êxito.
Onde é que estavam os olheiros do Porto que nunca o descobriram?