Governar

Se governar bem um país fosse uma questão técnica, de mera competência funcional, não só as eleições, e por maioria de razão a própria democracia, seriam inúteis e perniciosas, como seria legítimo exigir que os governantes fossem recrutados no estrangeiro, em boas universidades, ou mesmo comprados a outros Estados e governos, como se faz, por exemplo, com os jogadores de futebol.

[Read more…]

Uma alemã, outra portuguesa e ambas nos endrominam

Merkel

Merkel

M.L.Albuquerque

M.L.Albuquerque

Eis as duas louras governantes, com as semelhanças do corte de cabelo e de outras coisas que as fotografias não mostram  – essa das  louras “estúpidas” foi o que contou pra você.

O meu amigo João, quanto à Maria Luís de Albuquerque, já se pronunciou aqui sobre a mentirosa criatura que, a despeito de provas evidentes e operações de swaps complexos que ela própria fechou na Refer, insiste em faltar à verdade.

O curioso é a personalidade da ‘czarina’ germânica, Merkel, corresponder também a pessoa dissimulada, estranha e muito ambiciosa em alcançar o comando da Europa. Tudo isto e muito mais pode ficar a saber-se através desta entrevista ao ‘Negócios’ de Gertrud Höhler, ex-conselheira de Helmut Khol, que acaba de publicar um livro a desancar na Merkel até ao tutano.

Da entrevista, nada me surpreende do que Gertrud Höhler revela; do livro, garanto que vou lê-lo muito atentamente. Eis o que saiu do prelo, que agora é computadorizado:

livro de Gertrud Höhler

Como dizem aqui no Alentejo, uma alemã, outra é portuguesa e as duas andam a ‘endrominar agente’, filhas d’um….