Angola, entre a corrupção e a mortalidade infantil

 

Passatempos reaccionários

Carlos Guimarães Pinto, num esforço de demonstrar a tese Lains do fantástico crescimento económico salazarista, também conhecida pela falácia do acima de zero é sempre a subir, ou nada como menos um milhão de habitantes (e suas remessas de emigrantes) para subir o PIB per capita, arranjou uns gráficos giros, que demonstrariam como alguns indicadores sociais estavam já em crescimento antes de 1974.

Vamos lá ser sérios: mortalidade infantil compara-se:

MORTALIDADE INFANTIL COMPARADA

e escolaridade observa-se em  todos os graus de ensino: [Read more…]

E a luz ao fundo do túnel para estas famílias?

Isto é, para mim, inadmissível!!!! Estas ervas daninhas da pior espécie matam tudo. E o povo continua sereno?? Até quando???

Mulheres que nunca perderam um filho

porque a taxa de mortalidade infantil era tão alta como baixa a dívida pública. Ah, os filhos dos pobres não têm importância.