Mulheres que nunca perderam um filho

porque a taxa de mortalidade infantil era tão alta como baixa a dívida pública. Ah, os filhos dos pobres não têm importância.