A afronta da OCDE ao orçamento do Gaspar e à 1/2 hora do Álvaro

Vítor Gaspar foi vítima de um ataque externo. A OCDE contraria – e de que maneira! – os pressupostos do OGE 2012 apresentado ao país, pelo Ministro das Finanças.

Ignoro se, com recurso ao estilo estereotipado e sonolento, Gaspar reagiu dentro da bitola habitual. Nem sei também se, para além de eventuais telefonemas a Juncker e a alguém do BCE, assim como da tranquilização do inquieto Coelho, fez grande coisa para além de olhar de viés para os números com que, hoje, a OCDE presentou Portugal; números esses, diga-se, que se enquadram no cenário descrito no vídeo acima publicado.

Segundo notícia difundida em vários órgãos de informação, aqui e aqui por exemplo, a OCDE prevê para a ‘Economia Portuguesa’, em 2012, os seguintes valores macroeconómicos:

OCDE

[Read more…]

Guerra civil: Cavaco manda os portugueses contra o Banco de Portugal

Cavaco desafia portugueses a “vencerem previsões negativas” do Banco de Portugal

Numa iniciativa inédita, o Presidente da República pôs-se ao lado dos portugueses contra o Banco de Portugal, desafiando os cidadãos a contrariarem as previsões feitas por esta entidade, que antecipa uma recessão profunda para 2012, ano que Passos Coelho já considerou como o do princípio do fim da crise, embora não se saiba muito bem quanto tempo durarão o princípio e o meio do fim da crise. Não há também muitas certezas quanto ao tempo que durará o fim do fim da crise.

Segundo o próprio Presidente, alguns portugueses, desde quinta-feira, ter-lhe-ão perguntado “Não será possível fazer com que a realidade seja melhor?” Não sei se se estaria a referir ao dia de ontem ou à quinta-feira da semana passada, mas, seja como for, as perguntas parecem ter despoletado em Cavaco um arrebatamento tal que deu por si a incentivar os portugueses. Com a sageza que o caracteriza, e evitando utilizar a primeira pessoa do plural, ei-lo que diz aos bravos lusitanos: “Estão a ver aqueles senhores altamente qualificados a fazer previsões negativas e a dizer que a recessão irá aumentar? Agora, peguem nos vossos salários congelados, nos empregos que perderam, nos impostos que vos aumentaram, no pão que encareceram e vão lá contrariá-los. Vá, vão lá, não tenham medo, que eu fico aqui a ver!”

FMI prevê: Portugal único país com PIB negativo em 2012

fmi_paint_1_Ges_SWF

Fonte: EL PAÍS

As delegações do FMI, Comissão Europeia e BCE reuniram com o governador do BdP, Carlos Costa que se encontrava acompanhado de quadros da instituição. A equipa do FMI é, afinal, chefiada por um dito experiente dinamarquês, Paul Thomsen, que já dirigiu idênticas missões na Irlanda e na Grécia.

Aos portugueses está reservada uma vida difícil durante vários anos. A política de reduções das despesas do Estado, velha receita de crise em cima de crise do FMI, denunciada aqui e aqui, e outras medidas de política fiscal e monetária vão trazer graves dificuldades a um grande número de famílias portuguesas – a taxa de pobreza atingirá níveis acima dos actuais quase 2.000.000 de cidadãos.

Estamos, de facto, condenados a permanecer entre os piores, no grupo de países a que se refere o quadro acima, acabado de ser divulgado pela imprensa. Bem sei que se trata de uma previsão, e como tantas outras instituições, o FMI também falha; porém, é triste perceber que Portugal é o único país com recessão esperada para 2012 (- 0,5% do PIB), agravando-se o desemprego para 12,4%. [Read more…]