Vá, Imaginem…


Todas as pessoas a viver em paz.
Bom Ano. Sobrevivam…

A austeridade viola os direitos das crianças

Perda do abono de família, carências alimentares, restrições no acesso à saúde, à educação e à protecção social. A UNICEF enumera, no relatório de 2013, os efeitos dramáticos deste governo na vida das nossas crianças.

Então e as Crianças?

unicef2Sou doador regular da UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância). Dentro dos condicionalismos financeiros com que vivo, é evidente.

A sensibilidade à pobreza e ao sofrimento infantil vêm desde a ‘primária’. Frequentei a Escola 15 de Lisboa. Parte significativa dos alunos apresentava-se sempre descalça, esfarrapada e esfomeada. Viviam nessa autêntica favela à portuguesa, chamada então ‘Quinta dos Peixinhos’. Em parte dos terrenos, foi construída a Escola Patrício Prazeres.

Anos mais tarde, a vida profissional forçou-me a visitar diversas regiões de África. O escabroso cenário de miséria, sobretudo fome e mortalidade infantil, percorri-o vastamente. Do Mali a Moçambique.

Todavia, foi no Huambo, Angola, que em 1992 me deparei com as cenas mais trágicas de vida infantil. Meninos, nus ou de camisola branca tingida de uma espécie de tela de empedrenida sujidade, vagueavam pelas ruas e bebiam águas de poças. Como os cães dos pobres ou desprezados; sim, porque os cães dos ricos alimentam-se de ‘Royal Canin’, ‘gourmets’ de diversas variedades e ainda são mimados com certas guloseimas. [Read more…]

A Unicef e seus doadores fazem caridadezinha?

Mais uma carta da Unicef.

Desta vez, pedem donativo para as crianças sírias, que precisam da nossa ajuda. É uma emergência, urgente.

Dentro do envelope uma agenda 2013 pequenina de oferta. «Um raio de esperança para as crianças», lê-se na capa.

No seu interior, algumas «curiosidades»: com 50€  a Unicef pode distribuir 50.000 litros de água limpa; com 66€ fornecem 5 caixas térmicas para transporte de vacinas; 90 € permite comprar 268 saquetas de alimentos de alto teor calórico; 26 € equivale a 120 doses da vacina contra o sarampo; etc., etc.

Ou seja, pouco pode fazer muito. Muitos doadores, contribuindo com poucos euros, podem fazer a diferença.

Em 2011, a título de exemplo, a Unicef respondeu a 292 situações de crise humanitária em 80 países.

Isto é caridadezinha?

Seja você o juiz

Quando no ano passado um representante da Unicef me bateu à porta fiquei com uma dúvida que persistiu até há dias, quando, involuntariamente, imagino, um meritíssimo juiz trouxe à luz as escuras práticas de alguns grupos que, eufemisticamente,  se apelidam de empresas.

[Read more…]