Hoje

Miguel Esteves Cardoso é desconcertante, sobretudo quando escreve sobre a sua mulher. Hoje, 2 de Maio, li a sua crónica «É Hoje» e já não me apeteceu ler mais nada: vão tirar o maldito tumor que Maria João tem no cérebro “sob o olhar de João Lobo Antunes. É a minha Maria João inteira que eles têm de ter na cabeça, nos olhos e nos dedos das mãos. É graças a médicos e cirurgiões que ela está viva. Será graças a eles que ela não morrerá”. A MEC há-de “saber pela vida” os 15 minutos que lhe permitem estar com ela logo à tarde…
Boa sorte! Que corra tudo bem com a sua Maria João.
Que corra tudo pelo melhor a todas as mulheres que hoje (ou noutro dia) passam exatamente pelo mesmo.
Força a todos os «MEC’s» que têm de confiar a sua «Maria João» a cirurgiões e médicos, que têm nas suas mãos a vida, a vida de alguém. A vida dos nossos.

Comments

  1. António André says:

    Também li o texto. Faz já muitos anos que leio tudo o que posso do MEC. delicio-me quase sempre. Desta vez fiquei-me por sensasões que não consigo adjetivar… Sei que por ele e ela rezei.
    Que tudo corra bem a todos os MEC M. João deste mundo.


  2. Também li a crónica. E nem tenho palavras.


  3. Descansem, vai tudo correr bem, Deus não tira nada a quem nos faz bem.

Trackbacks


  1. […] Mota, no Aventar, May 02, 2012 at […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.