Tanta conversa moralizadora…

… e depois não é que são mesmo todos iguais?

Partidos da Madeira recusam devolver ajudas utilizadas fora da lei

Em causa estão 6,3 milhões de euros desviados para campanhas eleitorais e outras actividades partidárias, em violação da lei orgânica da assembleia que consigna tais apoios exclusivamente para o apoio à actividade parlamentar. O PSD é o partido que maior montante tem a devolver, mais de 4,4 milhões referentes aos dois anos. Segue-se o PS, com 1,3 milhões, o CDS-PP com 229 mil euros, os deputados independentes João Isidoro e Ismael Fernandes (dissidentes do PS e reeleitos pelo MTP) com 170 mil, o PCP com 159 mil, o BE 62 mil e o PND 25 mil euros.

Tanto discurso cheios de moralismo, especialmente por partidos como o PCP e o BE, e depois nem o exemplo conseguem dar. E veja-se ali, o PS, agora que é oposição e até começa começa com o discurso “é preciso fazer diferente” mas tão igual aos outros. E PSD e CDS-PP que têm o poder, se nem as suas estrelas locais consegue conter, imagine-se como alguma vez será capaz de meter mão nos tubarões da república. Finalmente, os pequenotes MTP e PND a quererem ser grandes mas começando o caminho logo pelos tostões do financiamento partidário.

Parabéns leitor, deixou de tomar uma bica para patrocinar mais um acto de elevação política.

Comments

  1. LUCINO DE MOURA PREZA says:

    Se a “bandalheira” entre os partidos devedores é assim tão grande, pode querer dizer que o anarquismo entrou a fundo em Portugal.
    Nesse caso, os contribuintes portugueses deixarão de pagar os seus impostos perante o Estado seguindo, o exemplo ou aprendendo com os partidos e independentes.
    Continua a conversa do blá-blá-blá quando é para pagar, mas se se tratasse dum cidadão comum, vinham logo penhorar os seus bens. Porque não penhorar os bens dos concorrentes a esses partidos e aos independentes?… Quer dizer: gastam aquilo que não deles e, ainda por cima nos cobram nas reformas, nos salários e em outros impostos directos e indirectos?… Tudo isto ainda vai acabar mal e, que se lixe UE.
    Para se ser diferente, segundo eles dizem, têm que honrar os seus compromissos como, qualquer cidadão. O ser diferente, é ser-se honesto… já alguma vez viram um político ser honesto?

  2. maria celeste ramos says:

    O interessante á que honrar os compromissos é, apenas, pagar roubos que pagamos todos – eu não tenho 2 subsídios anuais alé de ter desde 2000 a colecta de IRS a subir e a contribuição da ADSE a descer – e os preços de TUDO com IVA que subiu – e só falta dar tudo o que descontei ao longo da vida para estes glutões indecente, mentirosos e incompetentes e incapazes que têm por agora o melhor emprego do mundo e reforma milionária garantida – só em Tribunal europeu, pelo menos – A indecência que devagarinho começou em 1986 e culmina no “pingo doce” além de se ter autarquias com o dobro dos vereadores necessários e a AR com pelo menos 1/3 de deputados que nem sei quem são nem o que fazem – mais as dívidas da Lusoponte + das SCUT + a dívida interna + externa – Só dívidas, eu que não devo nem nunca devi um tostão a ninguém porque aprendi a viver só com o que é meu e a comprar só aquilo de que presiso com o $$$ na mão, e sempre fui mal paga porque nem comecei no “quadro” mas sim “assalarida” pagando imposto profissional (agora chamado IRS), não promovida como consta em legislação mas era só com a chefia achava que sim + etc – putedo – e tenho de ver todos os dias várias vezes nas TV a cara do 1º ministro que é feioso – e pinta o cabêlo e tem vários Topos de Gama – além de TODOS os outros que são iguais ou piores, pois que são todos TAPA-ME a MIM que eu tapo-te a TI – E uma alface de 10 tostões custa agora ??? nem sei – custa o que gastava há poucos anos, o necessário para uma semana – e um paposêco custava 3 tostões e agora custa 70 cêntinos, é ?? e uma bica custava 15 tostôes (tanto como um jornal diário) e agora a bica custa 70 cêntimos e o jormal 1.2 euros – e ainda não estou velha a cair da tripeça nem uso bengalinha e ainda sei dizer palavrões que aprendi no tempo destes senhores – e não tenho nada para verder – só tenho para comprar ++++++++++++ etc – e não se culpe sempre a Europa por mais desastrosa que tenha sido – porque deu biliões para aqui e foram bem “aproveitados” port poucos e para poucos que ainda se atrevem a falar tudo ao contrário – é um país de edrões que até os ladrões de fora se abrigam aqui e roubam o que querem – e as SCUT estão às moscas e ainda pagamos para os “vazios” deixados pelos senhores que fogem para Cabo Verde e Paris e os que até aqui andam de cara á mostra – e pagam-se FUNDAÇÔES para eis presidentes e multas de velocidade porque a LEI não é para todos – se se fizessam contas das reformas desses senhores e das púbivo privadas veríamos para onde vai o que me roubam desde 2000 pelo menos mais visivelmente – e agora faça agricultura cá dentro pois que a deram a frança e holanda que nos “deram” vacas loucas – pois serão todos bois loucos creio – crónicamente ladrões – e acabam com a Alfredo da Costa e o Hospital dos malucos que deram em malucos sabe-se lá porquê e estamos no fim da lista do que é devido e no tpo do que não temos relativamente à europa – o ordenado mínimo da Irlanda é superoi ou meu de FP de concurso de último degrau por concurso público – quem de 36 anos, deputado, de quem me enviaram um artigo elogiando as “qualidades”, é já um senhor que ganha mais do dobro que eu ?? é um génio ??? também quero ir para a AR – e os deputados de Bruxelas e seus assessores e secratárias ??? e cartões de crédito ?’ que %% do OE vai para estes senhores ben instalados ?? alguém sabe fazer contas e publicá-las nun jornal quelquer ?? só aparecem notícias às pinguinas como a do jamé desta semana – vai a tribunal de faz de conta e sairá einda mais gosro e inchado e palavroso

  3. insulas ocidentaes. says:

    Perguntado por aí:
    “O João já fez anos”???…

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.