Singapura é Quando Passos Quiser

A cultura geral de Passos Coelho não é brilhante, nem o volume de livros consumidos parece efectivamente volumoso, coisa que tem procurado disfarçar com aquela eloquência kamikaze e aquela psicanálise de massas aparvalhante e voluntarística com resultados tão derrapantes quanto desconcertantes. Porém, se conseguisse ser sério e desprendido no essencial, não seria preciso mais. Muito menos seria preciso lábia gesticulatória esganiçada, teleponto de embair, putices de demagogo. Já foi tempo.

Pessoalmente, é-me indiferente se o presidente singapuriano a que aludiu existe e escreveu. Onde houver gaffes é porque não há pastilhas, nem teleponto, nem serviço enciclopédico de bolso e de bastidores, coisas com que o filho da puta parisiense empurrou os problemas com a barriga, enquanto queimava toneladas de dinheiros públicos [a assessoria do verbo de encher era competente como um ladrão de Bancos por apanhar]. Torrou-os em omnisciência rasteira e oportunista, escarrapachada no teleponto, tudo preparado meticulosamente por um batalhão caro, formal ou informal, de assessores e opinadores bem pagos que alias só opinavam e funcionavam porque bem pagos para funcionar e porque a histeria e o narcisismo do fils de pute parisien não tinham limites.

Hoje, a derrota deles é clamorosa, mas é mais nossa. Tirando uns bloggers teimosos, toda a gente foi a última a saber. Alguns desses assessores, oficiais ou oficiosos, jazem e apodrecem. Outros agonizam, tombam e também apodrecem. O dinheiro não nasce das pedras, a não ser, talvez, das fragas violentadas do Tua. De resto, tal trabalho de sapa seria hoje redundante e frustre. Resta o reduto da matrafona Câncio e pouco mais.

Quanto a Passos, achem o que quiserem da sua colectânea de gaffes. Singapura. Katmandu, não lhe peçam a ele-Passos para citar publicações de referência ou autorias de cabeça. Fichas de leitura não são leitura. Por isso aí, cada tiro, cada melro. Nem ele se deixe tentar pela velha arte maldita de andar a entreter o pagode. São velhas pegadas malévolas a evitar.

Comments


  1. Olha que ainda assim a Singapura é o caso a estudar com atenção.
    Enquanto nós por cá cantarolamos a revolução dos cravos que “rendeu” o que rendeu… lá em 65 sofreu-se austeridade e estoicismo económico-social.

    Chamemos para cá um Winsemius. Há 38 anos que andamos nisto…….

  2. patriotaeliberal says:

    Este exercício de conteúdo que só aparentemente pode ter a ver com o título e vice-versa é engraçado, mas tende a tornar-se monótono.

  3. patriotaeliberal says:

    “Nem ele se deixe tentar pela velha arte maldita de andar a entreter o pagode. São velhas pegadas malévolas a evitar.”

    LOL

  4. patriotaeliberal says:

    “O dinheiro não nasce das pedras”

    Grande verdade.

    Eu que o diga. A empresa deve-me 3 salários. Se o dinheiro nascesse das pedras é que era bom. Como sou geólogo, aproveitava e tornava-me entrepreneur num instante.

  5. patriotaeliberal says:

    Lembrei-me, de repente, da anedota sobre o milagre da multiplicação das pedras em sandes no tempo de JC.


  6. multiplicação de peixes e pães….gente pedrada mesmo…

  7. camarada cristhus says:

    a comissão de luta das feministas do engate considera abusivo o uso da palavra filho de ou fils de…lá porque a Maria Madalena nã quiz dar borlas nã é motivo para apostrofar que um canalha de genitalia externa tem de ser filho de…ou q a dita de escravizada por uma sociedade falocrata receba o nome dos putos dos filhos

  8. camarada ficha de leitura says:

    Ipede um Ipad pá….fichas de leitura meu é tão ancienne regimen man

  9. patriotaeliberal says:

    Por falar em tentações e em pedras – PPC não é JC!

    Vejamos:

    “Lucas 4. 1 a 4
    E Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi levado pelo Espírito ao deserto;E quarenta dias foi tentado pelo diabo, e naqueles dias não comeu coisa alguma; e, terminados eles, teve fome.
    E disse-lhe o diabo: Se tu és o Filho de Deus, dize a esta pedra que se transforme em pão.E Jesus lhe respondeu, dizendo: Está escrito que nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra de Deus.”

  10. patriotaeliberal says:

    “Singapura é Quando Passos Quiser”

    ou melhor,

    “Portugal Não É O Que Passos Quer”

    Boa noite.

  11. Maquiavel says:

    Pessoalmente, näo me é indiferente quando o presidente singapuriano a que aludiu existe e é um ditador.

  12. Matos Ramos says:

    De:
    Dr. Matos Ramos – Economista – Residente em Canelas
    E-Mail: “ matosramos2013@gmail.com “2013-12-02

    Exmos. Senhores

    Estou revoltadíssimo, com a falta de liberdade de expressão que existe em Estarreja.

    No passado dia 29.11.2013, pelas 13:00 Horas, foi silenciado o Blogue: “ http://www.aviscosidades.blogspot.pt “ e a conta do seu Administrador no Facebook: “ Fermelanidades Sabina de Matos “, através de uma acção concertada do actual Presidente da Assembleia Municipal de Estarreja (José Eduardo Valente de Matos) com o Vereador do Partido Socialista Fernando Mendonça.

    Este Blogue, vinda denunciado, verdadeiros casos de polícia no Concelho de Estarreja, tanto do PSD como do PS e nos últimos tempos era o Porta-Voz de uma verdadeira alternativa independente à liderança da Autarquia Liderada pelo Ilustre Médico Cirurgião Ortopedista Carlos Manuel Ribeiro de Sousa, residente no lugar da Aldeia na Freguesia de Avanca.

    É necessário, colocar o Blogue agora silenciado outra vez activo e penso que as rádios e jornais da Região devem fazer pressão para isso.

    Estarreja está a ficar uma DITADURA.

    É urgente denunciar e voltar a ser visível o Blogue: “ http://www.aviscosidades.blogspot.pt “, nem que para isso sejas necessário levar a efeito uma petição judicial, onde se demonstre a afronta à liberdade de expressão.

    Eu, vou continuar esta minha luta, até o Blogue regressar ao público.

    Espero a Vossa reacção.

    Subscrevo-me: Dr. Matos Ramos.http://www.aviscosidades.blogspot.pt/
    http://www.aviscosidades.blogspot.pt…Vista às 10:51
    Carregar mensagens mais antigas.Carregar mensagens mais recentes.
    Carregar mais resultados.Seleccionar mensagens para reencaminharSeleccionar mensagens para eliminarSeleccionar mensagens para marcar como spamCancelarEliminarReencaminharMarcar como spam.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.