Eduardo Lourenço, nascido em S. Pedro de Rio Seco, há 89 anos.

«Num presente tão ocupado consigo mesmo e hoje, como o de todos os povos, em estado de obsolescência permanente, esta nossa maneira de ter passado como se o não tivéssemos, ou tendo-o para nos exaltarmos oniricamente com ele, é um sério obstáculo para conceber um futuro onde o que nos sonhamos de melhor e específico seja realmente, como toda a pulsão futurante deve ser, filho das exigências e dos imperativos de um presente singular»

Eduardo Lourenço, “Nós como futuro”

Vence, 14 de Julho de 1997

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.