Chorar de felicidade

A amada de Miguel Esteves Cardoso não tem mais metástases no corpo! Uma boa notícia.

“Desta vez estava a chorar de felicidade. Como chora cada vez que ouve ou lê palavras doces, a dar força, a partilhar a dor, a juntar-se para que ela saiba que há muita gente a sofrer com ela, tal é a vontade delas que ela não sofra. Ou sofra pouco.” («Desmorrer», Público, 30-5-2012)

Que doce e fácil é o choro da felicidade.

Chorar de felicidade – que misteriosa contradição humana (que as crianças não compreendem)!

 

Comments


  1. Nunca chorei de felicidade

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.