Chorar de felicidade

A amada de Miguel Esteves Cardoso não tem mais metástases no corpo! Uma boa notícia.

“Desta vez estava a chorar de felicidade. Como chora cada vez que ouve ou lê palavras doces, a dar força, a partilhar a dor, a juntar-se para que ela saiba que há muita gente a sofrer com ela, tal é a vontade delas que ela não sofra. Ou sofra pouco.” («Desmorrer», Público, 30-5-2012)

Que doce e fácil é o choro da felicidade.

Chorar de felicidade – que misteriosa contradição humana (que as crianças não compreendem)!

 

Comments


  1. Nunca chorei de felicidade

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.