Estatuto do Aluno e Plano Individual de Trabalho

Aguardo o novo estatuto do aluno, que notícias de jornal em coisas destas não chegam para emitir opinião. Mas desde já aviso que quem apareça a defender o “Plano Individual de Trabalho”, sem fazer a mínima ideia do que se trata, sem nunca ter sido obrigado a fazer um porque uma equipa completamente idiota de um anterior Ministério da Educação inventou tal barbaridade, está desde já convidado a na próxima semana me acompanhar na saga de encontrar o destinatário de um que aqui tenho, que fui obrigado a fazer, porque muito simplesmente tenho alunos que se meteram na área errada do ensino secundário, desistiram sem anular a matrícula, não me aparecem nas aulas e não reprovam por faltas. Sugiro mesmo que vão lá a casa, que as criaturas supostamente aí pernoitam.

Aliás, todo o estatuto do aluno que não reponha o chumbo por faltas injustificadas será sempre uma rematada imbecilidade, ao nível de quem por mera e acéfala devoção à presidente da FLAD fala do que não sabe. Não há pachorra para quem pensa que por ter filhos percebe o que é uma escola, embora não os veja a opinar da mesma forma sobre os diagnósticos do seu médico de família.

Comments


  1. Subscrevo desde “Aguardo…” até “… família.”

  2. Maria says:

    bem … e não há pachorra para quem ensina, não tem filhos e acha que percebe de miúdos … assim não vamos longe!!! Os filhos andam na Escola, não é por lá andarem que deixam de ser meus filhos … e se a Escola percebe de Escola, acho muito bem … é para isso que lhe confio os meus filhos!!! Acharia MUITO mais produtivo trabalhar em conjunto em vez de contra … os pais não são todos maus pais, bem como os professores não são todos maus professores e nem todas as Escolas são más Escolas … sou mãe e sou ignorante … mas continuo a ser mãe e não disso não abdico nem por um momento!!!


  3. Acho bem que os pais sejam os melhores do mundo mas que permitam aos professores serem também sem os andar a “xatiar” e deixem a escola resolver os casos de maus professores, e faltistas, que também os há – porque é que também não vão para a AR dizer aos deputados o que e como fazer ?? cada macaco no seu galho – mas se calhar até seria na AR o melhor local para exigir melhores escolas e ensino e professores- dá para experimentar ??

  4. Maria says:

    bom … da minha experiência o que posso dizer é que, pelo que oiço dizer, tenho muita sorte com os professores que a minha filha tem e de uma forma geral estou muito satisfeita com a Escola (pública) que ela frequenta … lamento MUITO que em vez de canalizar energias a resolver as questões das escolas, professores e alunos com problemas, as usem contra os pais e vice-versa … como referi atrás, era MUITO mais útil que nos uníssemos do que se nos atacarmos … eu prometo que hei-de “xatiar” sempre que achar necessário, sou mãe e portanto não desligo, não tem sido necessário, mas prometo fazê-lo e MUITO se assim o entender!!! o que espero da Escola e dos Professores é que ensinem a minha filha nas disciplinas que leccionam, a educação dela é da minha conta e não admito que ninguém me substitua em momento algum …

  5. Maria says:

    quanto a qualificar o meu desempenho como mãe … depende de quem o faça, se perguntarem à minha filha ela dirá que sou mesmo a melhor mãe do Mundo … se for eu, direi que falho imenso … a melhor do Mundo não sou de certeza, cada um sabe de si!!!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.