Líderes católicos e ortodoxos europeus pedem prioridade ao trabalho e à criação de emprego

Isto deve estar a provocar curto-circuitos em algumas cabeças.