Afinidades electivas

Para além das afinidades azuis, passo a partilhar com o André Azevedo Alves o mesmo desejo de uma vitória do Syriza nas eleições gregas. Ele como antídoto, eu como medicamento.

Pese essa diferença, estamos habituados a ganhar.

Escreveu um comunicado porque ao vivo não disfarçava a gargalhada

Olivier Rehn acredita que Portugal regressa ao crescimento positivo no próximo ano.

Obama, o cibersuicida

E se o Irão contra-ataca?

Um “liberal” chama os coronéis

O pânico perante a possibilidade de os gregos votarem à esquerda faz sair os pinochetinhos do armário.

Terapia do riso

Abriram as portas dos manicómios

Robert Benmosche, presidente da maior seguradora mundial, defendeu que a idade da reforma  terá de se estender até aos 80 anos. A este ia-lhe mesmo ao focinho, merece.

Ministro italiano a favor das eurobonds

Corrado Passera, ministro do desenvolvimento económico, infraestruturas e transportes é mais um dos apoiantes das eurobonds, pelo menos na sua nova versão “project bonds”.
Numa passagem recente pela LSE, numa palestra intitulada “Austerity and growth: time to shift gear“, Corrado Passera aponta a Itália como mais um país ao lado dos que consideram importante a Europa ter uma emissão comum de obrigações.

“the idea of project bonds and better, stronger use of european investment bank is certailny the right direction [to go]”

Merkel vai aos poucos ficando isolada (nem os seus conterrâneos lhe valem) numa Europa que segundo as palavras deste ministro tem sido gerida de forma insuficiente.

“(..) Europe is beeing managed in a disapointed way in many respects (..) certainly the greek crisis, the sovereign debtcrisis is not being managed has it should (..)”

A ilusão do trabalho barato

João Miranda não tem estofo para admitir que o desemprego é propositadamente elevado para que os salários baixem. Chama-se mercado de emprego, e foi intervencionado pelo estado com todas as leis para um despedimento cada vez mais fácil da última década.

Objectivo: acumulação de capital (e medo social). Ilusão: que esse capital será investido (e que o medo terá efeitos prolongados). Destino óbvio: fuga de capitais para um paraíso qualquer, que mal a Espanha demonstre estar apenas um ano atrasada em relação a Portugal a Europa fica deserta de investidores. Nem a dívida alemã escapa.

(e já agora: mesmo um ex-quadro menor da Goldman Sachs é alguém que trabalhou para uma associação de malfeitores; o que há é muita gente a fingir não dar por isso)

a terra para quem gosta dela

Entendo que a virtualidade canse, e que vos dê gosto meter as mãos na terra, e rebolar nus por uma ladeira, cada um expressa a sua vitalidade como entende, mas comigo é que não vale a pena contar. Lamento muito, eu também tentei, mas não lhe vejo a graça. Depois de uma tarde de enxada, formigas, minhocas, sol impiedoso e dores nas costas cheguei à conclusão de que a agricultura não é para mim.

Se estamos a falar daquela versão benigna, que é o vaso na varanda, controladinho, metido no seu sítio, ali à espera do regador, sem bichos maiores que formigas, sem enxadas nem ancinhos, lá nos vamos entendendo. Também tenho as minhas beringelas, também tenho o meu alecrim, e umas flores muito bonitas que só floriram no segundo ano e por essa altura já eu me tinha esquecido do que lá tinha plantado, de maneira que não sei como se chamam nem falta faz. Tenho e rego, às vezes esqueço-me mas depois compenso, e salvo algumas espécies que não vingaram a coisa até nem tem corrido mal. [Read more…]

Difícil de Digerir

O almoço caiu-me mal. O bacalhau gratinado estava jeitoso, mas a mistura de notícias ouvidas e vistas na TV, acompanhadas do Jornal de Notícias, deixou-me mal disposta.

121 mil euros é o que a FPF vai pagar pela estadia da Seleção no Hotel Remes (Opalenica, Polónia), ou seja, 8.120 euros por noite (a FPF já tinha o hotel reservado desde outubo de 2010- que organização!!) e a Fundação Champalimaud ofereceu hoje um almoço às estrelas. Há dias, os nossos jogadores «perderam» tempo a «provar» os fatos oficiais para o Euro 2012 desenhados pela estilista Fátima Lopes … tempo que teria sido muito útil se investido no treino para o jogo com a Turquia no passado sábado…

À mistura destas notícias, o outro lado da moeda portuguesa: a dívida pública irá atingir os 118% do PIB em 2013.

É difícil engolir tanto esbanjar de dinheiro quando o país está neste estado…

O dinheiro gasto com o Euro 2012, antes, durante e depois, sei lá, não podia ser canalizado para outro lado? (Fala uma leiga em futebol e assuntos da FPF…).

«Seleção Portuguesa de Futebol não participa no Euro 2012: Vitor Gaspar e a troika não permitem despesas supérfulas». Como eu gostava de ver isto!!

E para terminar… Vejo menos bandeiras de Portugal nas varandas, comparativamente a 2004. Por que será??

Uma seleção rica representando um país paupérrimo…

Estes tipos foram eleitos por quem!?

Troika pede mais medidas para flexibilizar o mercado de trabalho

Mais dinheiro para os bancos!

Estado vai pôr até 6650 milhões de euros em três grandes bancos.

Bruce Springsteen no Rock in Rio Lisboa 2012

Bruce Springsteen subiu ao palco do Rock in Rio Lisboa 2012 e, com ele, boa parte da história da música popular americana, a começar pela e-street band sem o mítico saxofonista Clarence Clemons (falecido há um ano, agora substituído pelo seu sobrinho Jake Clemons) mas onde ainda pontificam Steve van Zandt, Nils Lofgren, Roy Bittan, Max Weinberg, Garry Tallent e Patti Scialfa (que não actuou neste concerto).

Spirit in the Night foi um dos momentos altos do concerto

 e o início foi assim [Read more…]

Corta Relvas

Crato atacado

Chegou a vez do Ministério da Educação e Ciência.

Estilo rasca

Homo Erectus, Planeta dos Homens-Macaco – Batalha pela Terra

A evolução do Homo Erectus ao longo de milhares de anos. Vale a pena fazer um esforço e traduzir algumas partes deste episódio e do outro da série.
[
Da série Filmes completos para o 7.º ano de História
Tema 1 do Programa: Das sociedades recolectoras às primeiras civilizações
Unidade 1.1. – As sociedades recolectoras

Viva o arroz de tomate

%d bloggers like this: