Divergências insanáveis

Todos ficámos em estado de ansiedade quando o primeiro ministro Passos Coelho e o líder do PS (designado pelos comentadores de direita por “líder da oposição”) António José Seguro se encontraram para avaliar se era possível o tão cantado consenso (sobre quê e para quê é que ninguém para aqueles lados parece saber).

Ora, sempre preocupado em divulgar a informação importante que consigo apurar (como diria o quadrilheiro do Marques Mendes) e para esclarecimento das massas, aqui deixo o documento em que estão clara e detalhadamente redigidas as “insanáveis divergências” que, tonitruantemente, anunciou o dirigente do PS.divergencias

Comments


  1. Não se consegue ler o resto do post.


  2. Não dá para ver a imagem.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.