Portugal reloaded

brigadaSob a égide dos antigos líderes Mário Soares, Almeida Santos, Jorge Sampaio, Ferro Rodrigues e José Socrates, ou figurões como Manuel Alegre, António Costa chegou ontem à liderança do PS.

De regresso ao palco mediático poderão estar canastrões ilustres políticos como Augusto Santos Silva, Pedro Silva Pereira, Mário Lino, Jorge Lacão, José Lello, Alberto Costa ou Vieira da Silva, sem esquecer os paus para toda a obra promissores Marcos Perestrello ou o sempre voluntarioso keynesiano de serviço, que almejará ser um sucedâneo à altura de Carlos Moedas, João Galamba, verdadeira estrela em ascenção no partido desde que o ex-primeiro ministro e estudante em Paris o incluiu na lista de deputados ao abrigo de quotas, pelo desempenho demonstrado em blogues que distintamente bajularam o querido líder o serviram.

Perante tão valioso plantel e face ao descrédito que o actual governo almejou, é caso para pensar que o PS regressará em breve, a troika será um pouco mais tarde…

Comments

  1. Depois da travessia do deserto que foi o consulado de Passos Coelho, qualquer mudança é bem-vinda. Já chega!

  2. Nightwish says:

    Porquê, a troika já saiu e ninguém notou? Não é pelo estado da economia, com certeza…

  3. Marquês Barão says:

    Como candidato somos todos bons, no desempenho é que a porca torce o rabo. Pode é queimar-se nas próprias palavras se lhe rebenta o fósforo nas mãos. Aproveito para fazer a minha chama a propósito da oratória vitoriosa: Com Costa ou sem Costa este seria sempre um dia a contar para ficar-mos mais próximos da queda deste governo. O que mais se pode temer é que com Costa seja o primeiro dos dias que faltam para nova bancarrota.

  4. Liberdade says:

    Qualquer dia mais parece o país da Casa Branca, os dois do “arco” parecem abutres à mesma carcaça, sim carcaça, pois a carne já a comeram e não pagaram, 38 anos a comer à grande, encheram os seus e garantiram o futuro, nidificando e criando abutrezinhos, e quem paga, os zés povinhos, abre o olhos povo, quem nos afundou tem ser castigado, o voto é a arma está na hora da mudança temos que acreditar e ter esperança.

  5. Isto, dos-sempre-os-mesmos-a-governar, só muda quando o povo, que ainda vota, for todo reciclado! Até isso acontecer, só temos que aguentar…

Trackbacks

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.