O teatro português está de luto

Morreu Manoel de Oliveira.

Comments


  1. Somos sempre muito pequeninos. Nestas alturas lembro-me sempre das críticas que fizeram a Beethoven: saco de gatos, monstruoso, etc. Para nossa reflexão aqui deixo o que um jornal londrino disse sobre a peça musical de Beethoven que é conhecida por marcar a viragem do classicismo para o romantismo.
    “The Heroic Symphony contains much to admire, but it is difficult to keep up admiration of this kind during three long quarters of an hour. It is infinitely too lengthy… If this symphony is not by some means abridged, it will soon fall into disuse.”
    (The Harmonicon, London, April 1829)

  2. O gajo que fazia bóbós era do theatro? says:

    o cagente aprende cum a geraçon xéxé

  3. aventanias says:

  4. A bem dizer tens muito mais razão do que te parecem creditar. Manoel de Oliveira sempre encarou o cinema como um teatro filmado. E isso entra pelos olhos.


  5. Daqui a cem anos estudar-se-á Manoel de Oliveira e ninguém saberá destes comentários. Esta a verdade nua e crua. Eu também não gosto dos filmes dele, mas não me atrevo a dar palpites armado em entendedor. Bach foi, no seu tempo, preterido por outros que hoje nem sabemos quem foram. A isto chama-se: eternidade que é o que não teremos, ao contrário de MO.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.