À atenção dos liberais encostados ao estado e, também, dos arrependidos, como Carlos Abreu Amorim

play-it-again-sam

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) cobrou em 2014, de forma coerciva, 26,5 milhões de euros em dívidas pelo não pagamento das taxas das portagens, receita que reverte na totalidade para as empresas concessionárias das auto-estradas. [P]

Falem-me outra vez de menos estado e de iniciativa privada, depois de terem posto o estado a trabalhar para empresas privadas.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.