A caminho do fundamentalismo?

No Brasil, o poder das instituições religiosas é cada vez maior. A radical IURD, com os seus “exércitos” de aparente inspiração fascista e a fraude da venda de indulgências é apenas uma face de um país onde a laicidade parece não ter lugar.

Comments

  1. Eu Mesma says:

    Mas alguém tem dúvidas de que a IURD é uma fraude, uma organização criminosa, uma seita? Que lava a imagem e faz propaganda cada vez menos subliminar através dos media que comprou, em circunstâncias ainda hoje por esclarecer? Cada vez mais começam a surgir verdades incómodas, que esbarram na lentidão dos tribunais, mesmo que existam provas umas atrás das outras. Que história é essa da “teologia da prosperidade”, senão uma treta para enganar incautos? Então eles pregam o desapego aos bens materiais e exibem luxos que poriam um sheikh na categoria de pobre? Não travem esses fanáticos, não…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.