Coisas habituais e previsíveis

Uma greve da CGTP por melhores condições – já se sabe que a perfeição é inatingível – e uma não participação da UGT, porque é melhor não provocar.

Comments

  1. Ricardo Reis says:

    A razão de existir dos sindicatos são as greves. Sem elas, essa cambada de desocupados sanguessugas a que chamam “dirigentes sindicais” ficariam no desemprego.
    Quer me parecer que, mesmo com um governo do PCP, iam sempre arranjar forma de protestar alguma coisa, nem que fosse a quantidade de mostarda dos cachorros da roulote! 😉

    • j. manuel cordeiro says:

      Mas temos férias e outras coisas porque alguém fez greves há anos.

      • Pedro Marques says:

        Esse reaccionário só sabe é aproveitar os resultados dessas greves. Mas no que toca a fazê-las, nem pensar, os outros que se lixem. O que é bom é aproveitar o bem bom. Mexer é que nem pensar, e muito menos misturar-se com os grevistas, essa gentalha de esquerda que faz mal ao país e aos outros.

  2. Nightwish says:

    No dia em que a UGT participar numa greve o inferno gela.