A professora com maior probabilidade de levar uma coça à porta da escola

No Texas, esse Estado de americanos rijos, uma professora do que julgo ser o equivalente ao 7º ano decidiu fazer algo pelos seus alunos que tão cedo não lhes sairá da memória. Eu sei que entregar diplomas aos alunos, no final de um ano lectivo, não é particularmente marcante ou inovador. Mas o conteúdo destes diplomas, esse é com toda a certeza. Inclui distinções como “Com maior probabilidade de se misturar com a raça branca” ou “Com maior probabilidade de se tornar um sem-abrigo na Guatemala“. Pedagogia redneck?

Escusado será gastar muita tinta virtual a tentar explicar a besta que esta professora foi. Entregar um diploma a uma criança de 13 anos, que a distingue como sendo a aluna “Com maior probabilidade de se tornar terrorista“, é tão obsceno e abjecto que nem merece mais comentários. Basta imaginar o gozo que alguns destes miúdos vão levar no recreio, para além da confusão que irá em algumas daquelas cabeças. Vá lá que houve o bom senso de correr imediatamente com ela. Ou ainda corria o risco de se transformar na professora com maior probabilidade de levar uma coça à porta da escola.

Imagem via The New York Times

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    A América, vulgo USA, sempre teve o condão de nos oferecer de quando em vez, preciosidades destas!
    Trump é um bom exemplo disso.

  2. Afonso Costa says:

    She’s was making America great again.


  3. Mas… essa é a AMÉRICA (USA) REAL!!!

  4. JgMenos says:

    A simples ideia da coça à porta da escola mostra a ‘força que tem Abril’!


    • A simples leitura do teu comentário mostra o idiota desonesto que tu és, menos. Mas tens piada e a malta precisa de um palhaçito para se divertir.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.