Lamentável forma de fazer política.


O ex-ministo Miguel Poiares Maduro deu uma entrevista à TSF que tem coisas inaceitáveis e é um exemplo de política de muito baixo-nível. Nem me quero referir às inverdades que diz sobre fundos comunitários, muito menos ao facto de ser responsável por mais um programa de financiamento totalmente desajustado do país, pouco operacional, nada exigente e totalmente tomado pelos interesses. Mas aquilo que diz sobre os fundos para combate a incêndios é inaceitável: só faltou mesmo responsabilizar o PM António Costa pelas mortes em Pedrógão. Este tipo de intervenção não é própria de um académico. Inaceitável.

Portugal precisa de política feita com elevação, servida por pessoas que dão o exemplo e falam pela positiva, com alternativas, centrada nas pessoas, nas suas necessidades e na construção de um país que percebe as suas limitações, identificou os problemas que tem, percebeu o enorme potencial de um território que precisa de ser ocupado e explorado, conhece as suas vantagens e pensou e planeou o futuro. Os fundos comunitários eram para isso, mas, programa-atrás-de-programa, os fundos foram sendo desperdiçados em festa, show-off e muito dinheiro atirado ao lixo.

Sobre os fundos do POSEUR (Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos), este artigo do ECO é razoávelmente correto.

O fact-check sobre QREN e PT2020, mas essencialmente o péssimo trabalho realizado pelo Governo anterior na preparação do PT2020, no seu modelo e na construção de um verdadeiro programa de desenvolvimento regional, nem vou perder tempo a esclarecer, porque esta entrevista não o merece.

Lamentável forma de fazer política.

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    Meu Caro
    Não estava concerteza à espera que Poiares Maduro valorizasse nos outros aquilo que ele próprio não foi capaz de cumprir de forma adequada, equilibrada e com eficácia. O curriculum académico, não é tudo. Nuno Crato é um bom exemplo disso.
    Mas também é verdade que o PS nesta matéria, gestão dos Fundos Europeus, QREN incluído, não se pode gabar de ter feito muito melhor. O tempo Socrático já lá vai, mas por amor de Deus, eu ainda me lembro bem dele.
    Os últimos dez anos, antes da Geringonça, foram de uma incompetência aterradora. Talvez até mais do que isso, se nos lembrarmos da Tecnoforma.
    É só isso!

  2. José Fontes says:

    Caro Prof. Norberto Pires:
    O PSD está a saque, fanatizado por um pequeno grupo de radicais intolerantes, que impõe o rumo a um partido com a importância que tem no nosso ordenamento partidário e no país.
    O PSD tem tido, e ainda tem, dos melhores autarcas do país, por exemplo.
    Mas desde que o Bando dos Quatro (Rui Ramos, o historiador; José Manuel Fernandes, o jornalista; Miguel Morgado, o professor da Católica; Passos Coelho, o homem da Tecnoforma, sempre pronto para executar o servicinho) tomou conta daquilo, não sei para onde quer ir e nos quer levar, talvez nem esse Bando saiba, pois a sua visão do futuro é quanto pior melhor.

    • José Fontes says:

      Adenda:
      Caros leitores,
      Querem saber do que estou a falar?
      Basta ouvir às 2.as feiras o Rui Ramos na sua crónica na Antena 1 e lê-lo no Observador para ver que se comporta como um bom fotógrafo (mas ao contrário). Procura sempre o pior ângulo para tirar o retrato ao país.
      Se passarmos para o José Manuel [as Armas de Destruição Maciça do Iraque Existiram Mesmo / e as Escutas de Belém também] Fernandes, aí entramos verdadeiramente no Inferno.
      O Miguel Morgado vai frequentemente à SIC-Notícias, ao Frente a Frente, onde mostra ao que anda aquela gente: os actuais ideólogos do PSD.
      O Passos Coelho, esse é mais o cabeça-de-turco que faz o que for preciso, até descobrir suicídios em Pedrogão Grande.

    • Nascimento says:

      “Este tipo de intervenção não é própria de um académico. “…ui, que beleza! é “próprio” de quem? De um filho da puta ordinário, mentiroso, facho ,vigarista da merda, etc e tal MAS QUE SEJA DA RALÉ????
      NUNCA DE UM” DOUTOR ACADÉMICO”!!!FICA ” MAL”, NÃO É??
      Olha, sabes uma coisa? vai-te FODER!
      Tipos como tu dão-me NOJO!
      São todos uns merdas de uns reviralhos!
      Foi com gente desta que SALAZAR GOZOU E GOVERNOU!!
      Ó Senhor doutor, ENTÃO ??Isso não se FAZ! Não ” É DIGNO”… Sabes o que me apetecia? Não? Era recuar uns anos e pegar-te nas fuças , levar-te a Sachsenhausen e espetar contigo na ” ENFERMARIA” … e, depois MANDAR ENTRAR O “MÉDICO” DE SERVIÇO…um bom ACADÉMICO!DE CERTEZA.!!!INTELIGENTISSIMO!!! APOSTO!
      ERAM TODOS NAQUELA ÉPOCA COMO O SÃO HOJE!!!

    • Paulo Marques says:

      E o gangue do Cavaco era o quê? Respeitável e bem comportado? Poupe-nos.

  3. JgMenos says:

    Basta ler a entrevista para se notar quanto ela é estranha.
    Não se vislumbra aquele bolsar treteiro do correcto geringonço.
    E fala em não despejar dinheiro a fundo perdido nas seitas do ‘progresso’ à PS! Um escândalo!
    Contém frases incompreensíveis como: «Não quero fazer essa relação direta com o incêndio. Isso é demagógico e não me compete.»!!!

    Enfim, um exemplo de sanidade, no lodo do ilusionismo político.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s