Marés Vivas: autarca de Gaia aprovou urbanização que agora critica

Segundo Luís Filipe Menezes, Eduardo Vítor Rodrigues votou favoravelmente a obra que agora critica.

A zona onde até agora se tem realizado o Festival Marés Vivas, um dos mais concorridos festivais de música do país, será ocupada por um “festival de prédios”, obrigando o Marés Vivas a mudar de local. A zona verá nascer um “comboio urbanístico de oito edifícios” a construir mesmo em cima do rio Douro e a curta distância da Reserva Natural do Estuário.

[Read more…]

Mais do mesmo

Foi um raio! Não foi um raio! Vão mas para o raio que os parta!

Suponhamos

Vamos imaginar (um “suponhamos”) que as aspas foram para a calinada.

Actualização:
O autor complementou a sua nota com este texto:

PS: mandaram-me uma mensagem privada a chamar a atenção que estaria um erro ali no verbo supor. Não está. Se eu quisesse ‘suponhamos’ teria escrito ‘suponhamos’ – mas eu queria “suponha-mos” (e as aspas estão ali a fazer alguma coisa). Se nunca ouviram ninguém a pronunciar “suponha-mos” quando queria pronunciar “suponhamos” então parabéns, vivem na bolha certa.

Por acaso, está lá um erro, sim senhor, mesmo que intencional. Como estamos sempre a aprender, acabo de descobrir que o meu ouvido é demasiado duro para distinguir  “suponha-mos” de  “suponhamos”.