Fascismo, nojo…

Num país que pretende liderar a construção europeia, presidido por alguém que se diz liberal.

Comments


  1. pois é. mas foi a liberalice que levou a este estado de coisas. note-se que escrevi liberalice, não liberalismo.

  2. Paulo Marques says:

    Fascismo não é, ninguém é obrigado a participar, ao contrário dos tribunais arbitrais ou do engajamento à força dos estivadores.


  3. O Povo acha que não devemos circular de carro a altas velocidades, uma vez que põe em causa a segurança de terceiros. O Estado legisla no sentido de protecção do individuo.
    Para efectivar essa protecção o Estado permite que empresas privadas possam controlar a situação . Sim isto é liberalismo. E não vejo nenhum problema , apenas prevejo que o controlo passe a ser eficaz.

    Rui Silva

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.