Schäuble, o desavergonhado



Depois dos sucessivos ataques soezes a Portugal, tais como aqueles depois do governo que não era da sua eleição ter tomado posse, quando Schäuble precisava de desviar as atenções do Deutsche Bank e sugeriu por duas vezes que Portugal precisava de um novo resgate, é preciso ter uma lata descomunal para usar o caso português como referência para o seu suposto sucesso pessoal.

Já agora, atente-se na fotografia. O autor captou aquele momento que revela a relação de poder entre aquele que puxa os cordéis e o seu o testa de ferro.

Comments

  1. Fernando says:

    Este Schäuble é tão cínico e doentio.
    Quando a próxima crise bater à porta do Deutsche Bank quero ver quem os alemães vão extorquir…

  2. JgMenos says:

    Tanta merda com os direitos dos diminuídos físicos, mas sempre vem a exploração de actos de mera cortesia para com um deficiente para serviço da azia esquerdalha ao poder de quem faz o bastante para o poder exercer.

  3. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Ora ora… Qualquer Cavaco ou Passos Coelho faria o mesmo. Não anda por aí o Passos e a Cristas a dizer que o sucesso é do governo anterior?
    Mas esta gente merece algum respeito ou que nos admiremos dos seus dislates?
    Fala-se muito em cartilha, mas quem a tem é a extrema direita a que pertence esta gentalha.

    • JgMenos says:

      Entre ignorante e sectário só mantras.
      Falta dizer quais as políticas de desenvolvimento iniciadas pela geringonça; e destas quais as que não se traduzem em dívida acrescida.

      TRETEIROS!

      • Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

        Jg Menos.
        Não perca tempo com provocações rasteiras.
        Tenho em minha casa um cão que gosto muito de afagar. Mas a provocadores nazis como você demonstra ser, só lhe envio estas palavras, enquanto afago, uma vez mais, o meu cão.
        Fique bem.

  4. Paulo Marques says:

    A prova do sucesso da política económica é falhar completamente todas as previsões e métricas. Tá certo.

  5. Rui Naldinho says:

    O Deutche Bank não teve nenhum resgate, porque aquela instituição financeira está cheia de dinheiro de muito boa gente que está fora da Alemanha, a começar logo pelas monarquias árabes. Há ali verdadeiras fortunas das arábias. Ora, eu não estou a imaginar toda aquela gente a deixar o banco ir por água abaixo.
    Mas aquilo que eu mais gosto de ver nas fotos de familia, são a cambada de lacaios que gravitam à sua volta, a começar pelo Ministro das Finanças Holandês, uma espécie de Marechal Petain do Eurogrupo.
    Wolfgang era um sacana, mas como diz Nicolau Santos, se vier aí um ainda pior, um liberal ao que se perfilha, este ainda vai ser recordado como um moderado.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s