Feliz Páscoa da Ressurreição


© Monty Python, 1979

Comments

  1. Lu Pisarro says:

    Blasfemem a vontade. Em breve terão a paga.

    • ZE LOPES says:

      E a prova disso é que já está uma estação espacial prestes a cair. Quem tem a moleirinha sensível deve rezar muito e, sobretudo, não sair de casa!

    • ZE LOPES says:

      Esqueci-me de frisar que há diferenças nas moleirinhas. Se cair em cima da minha casa é castigo de Deus. Se cair em cima de um templo evengélico, já é um ataque do Diabo!

      • Bento Caeiro says:

        ZE, mas não o pai do Nazareno – pelo menos daquele da Palestina, da terra das ondas, não sei – vocês vão para o Inferno. Então que é isso de ferir os sentimentos de gente tão sensível. Tão sensível que se o povo tem optado por salvar Jesus já não haveria problema em que o outro morresse, mas assim é o que se vê.
        Também a respeito de ondas. É certo e sabido que foi o clero judaico o principal alvo da crítica e dos ataques do Nazareno, e que foram estes que o condenaram e o levaram perante Pilatus, o qual não teve outra saída que dar prosseguimento ao pedido do clero judaico; contudo, como os sionistas há muito pretendem lavar essa nódoa e tudo têm feito para tal, até o Papa entrou nessa e a quem decidem atribuir as culpas? Precisamente aqueles que não tiveram culpa alguma no sucedido, os romanos. E, como se vê, aqueles que se consideravam e consideram, por doutrina do povo eleito, superiores a todos os outros povos, são, desta forma, inocentados.


    • Qual paga, Lu Pisarro? Deus vai matar mais 10 mil pessoas na Síria para castigar o Ocidente pagão? Ou matar mais 1 milhão de crianças de fome em África? O Bolsonaro existe, minha senhora/senhor/troll. Quer melhor prova da inexistência de justiça divina?

    • António Fernando Nabais says:

      Ó Lu, se Deus, a existir, for um ser superior, deve ter um sentido de humor divino. Se não tiver e precisar de castigar quem blasfema, é só um ditadorzeco igual aos outros. E agora, vá para dentro, que São Pedro está velhote e ainda lhe deixa cair um raio em cima, sem querer, coitado.


  2. Circula nas redes sociais, um momento Monty Pytnon real, muito mais interessante, sobre a crucificação de Cristo. O hilariante é que o momento é real:
    https://www.independent.co.uk/news/world/americas/passion-of-christ-jesus-crucifixion-brazil-easter-biblical-drama-violence-nova-hartz-religion-a8283931.html

    • ZE LOPES says:

      Está finalmente provado que a história podia ter tido outro fim, se a crucificação tivesse sido no Brasil mas altos e obscuros interesses levaram a organização para a Palestina. O outro problema é que o gajo do capacete da mota chegou com dois mil e tal anos de atraso. É pena!


  3. Obrigada, dariosilva, pela lembrança dos Monty Phyton.

    Absolutamente geniais!

    Rever os sketches dos Monty Phyton é puro prazer pelo non sense , pela crítica inteligente e, mais uma vez, pela genialidade.


  4. Desculpem-me a balsfémia, mas a verdadeira obra de Deus está mais nos Monty Phython do que nas rezas de 70×7 beatas, monjas carmelitas e tantas outras ratazanas de sacristia.


  5. ….por isso é que é notório que a genialidade de humor sarcástico e sábio dos Monty Phyton seja devidamente apreciada só pelos não incluídos nas ” rezas de 70×7 beatas, monjas carmelitas e tantas outras ratazanas de sacristia ” escandalizadas, mas ratazões e beatos e monges e outros carmelitos opus dei também !
    Paridade de género aqui também na real, companheiro tripeiropreocupado : )

Deixar uma resposta