Uma espécie de Protocolo

No passado mês de Janeiro foi aqui analisado um estranho Protocolo que a Câmara de Gaia, pelo punho do seu presidente, assinou com uma “escola de línguas” chamada Lancaster College, Protocolo esse que foi profusamente publicitado pela comunicação social como sendo uma “oferta de 75 bolsas de estudo” para famílias “carenciadas” do Concelho de Gaia.

Esse artigo de Janeiro apontava várias “inconformidades” ao referido Protocolo, tais como um Segundo Outorgante, o tal “Lancaster College”, que aparece no documento identificado com um número de pessoa colectiva pertencente a outra empresa, facto que aparentemente tem justificação na circunstância pouco ortodoxa de o Lancaster College não ter, simplesmente, existência jurídica.

Mas, afinal, o pior estava para vir:

[Read more…]

A Arquidiocese de Braga ao serviço de Bashar al-Assad?

MSTM

Fiquei em choque após leitura do texto do Bruno, e fui imediatamente ler a publicação no sítio da Arquidiocese de Braga, onde a Irmã Maria de Lúcia Ferreira, que vive no Mosteiro de São Tiago Mutilado, em Qara, na Síria, afirma que o alegado ataque químico a Douma não passou de uma “história inventada” para que França, EUA e Reino Unido pudessem atacar o país.

Pára tudo: uma representante da Igreja Católica, num país de maioria muçulmana onde os cristão são (alegadamente) perseguidos, e cujo regime oprime tudo o que se lhe atravesse no caminho, a afirmar que o alegado ataque químico foi uma encenação para legitimar o ataque da tríplice ocidental? Ó diabo! Querem ver que a Irmã Myri e a Arquidiocese de Braga também estão ao serviço da esquerda radical e a fazer fretes aos russos e a Bashar al-Assad?

O Quinto Império invertido

“Ninguém enriquece seguindo as regras”.

Porto, Igreja dos Congregados. Abril de 2018.

Para que não restem dúvidas sobre quem realmente manda

Europe

Imagem via The Globalist

Na imagem, cada país surge com a bandeira do seu principal parceiro comercial. A Alemanha domina a Europa, a Federação Russa o seu quintal e a China os dois anteriores, mais uns subúrbios mediterrâneos. Da grande América de Trump apenas uma bandeira no seu enclave no Médio Oriente. Para que não restem dúvidas sobre quem realmente manda.

 

Arquidiocese de Braga diz que ataque com armas químicas na Síria foi “história inventada”

É o relato de uma testemunha, uma portuguesa de 38 anos, publicado no sítio da internet da Arquidiocese de Braga, segundo o qual o alegado ataque com armas químicas não passou de um “cenário”, uma “história inventada” e “mais uma desculpa para poderem atacar”.

Maria de Lúcia Ferreira diz que o bárbaro ataque com armas químicas atribuído ao regime de Bashar al-Assad no dia 7 de Abril, não passou de um falso pretexto destinado a justificar o ataque militar levado a cabo pelos Estados Unidos, a França e o Reino Unido.

“Não houve nenhum eco de armas químicas aqui no país. Não se ouviu dizer nada” – afirmou a religiosa que vive no Mosteiro de São Tiago Mutilado, em Qara.