Dez minutos

Foi o tempo que uma criança de 11 anos precisou para piratear o site de divulgação de informação eleitoral, que será utilizado para as eleições intercalares deste ano nos EUA. Se fosse russo não conseguia, que eles não percebem nada de computadores.

Comments

  1. Fernando says:

    Então também é muito fácil a gangue de Obama e Clinton manipularem as eleições….

    Obama teve acesso aos dados de milhões de eleitores nas redes sociais, os usou para fazer propaganda e nem teve que pagar à Cambridge Analytica como fez Trump…

    https://youtu.be/s0bV2b4WMmQ

    Eleição do candidato a presidente manipulada em favor de Hillary Clinton.

    https://www.bbc.com/news/world-us-canada-41850798

    Malditos russos!

    E será que os média empolaram Trump porque lhes dá lucro?!

    “Pode não ser bom para a América, mas é muito bom para a CBS”

    Leslie Moonves, CEO do canal de televisão CBS.

    https://www.hollywoodreporter.com/news/leslie-moonves-donald-trump-may-871464

    Leslie Moonves, nome russo mais típico não há….

  2. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Só tenho dúvidas se a “organização” americana nesta treta da informática não estará montada de forma a explicar o “inexplicável” após o conhecimento dos resultados …
    Uma espécie de “bode expiatório” de que eles tanto gostam…
    Da última vez, foram os malandros dos russos que trocaram as voltas ao “status”. Desta vez, será um puto qualquer … russo, iraniano, palestiniano ou mesmo chinês.
    E se este é americano, veremos que é um “infiltrado” filho de pais daquelas nações.

    Ou então são mesmo incompetentes, o que também me não surpreende conhecidos os resultados das eleições e as justificações.

  3. Paulo Marques says:

    Só há uma maneira de garantir votação anónima, fiável e verificável: a cruzinha no papel que vai para a caixa fechada.
    O resto faz tanto sentido como o blockchain.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.