Robert Mapplethorpe: É isto que choca os puritanos de Serralves?*


Ou isto?

Ou isto?

Ou isto?

Ou se calhar é isto…


A mim, não me choca nada. Mesmo não achando grande piada às fotografias, o que me choca é mesmo o puritanismo que continua a proliferar em grande parte da sociedade portuguesa.
O puritanismo e a hipocrisia. As fotos de baixo são bem mais pornográficas do que as de cima e não me parece que alguém se preocupe com o assunto.

  • Este post tem imagens que podem ferir a sensibilidade de alguns puritanos algumas pessoas.

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    Eu até concordo consigo, na medida em que os puritanos de que fala são quase todos os verdadeiros beneficiários das imagens pornográficas, que colocou na parte final do seu texto.
    Quanto às de cima, também não acho que tenham grande piada. Já no último caso, estamos mesmo perante pornografia pura, ainda que encapotada.
    Eu pelo menos, sinto-me “enrabado” à força toda!

  2. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    A minha dúvida é muito mais ligeira e coloca-se numa pergunta simples: Isto é arte?
    Eu sei que há Trump, mas com os diabos, arte é isto?
    Não andará por aqui um problema de devaneio (palavra que uso para ser simpático) onde o conceito do “vale tudo” saiu da política, passou às finanças, vive na sociedade e finalmente, chegou às artes?

    • Luís Lavoura says:

      Isto é arte?

      Para uns será, para outros não.

      Seja como fôr, sendo que algumas pessoas consideram isto arte, e sendo que algumas pessoas estão dispostas a pagar para ver isto, deve poder ser exposto numa galeria de arte. Depois, quem quiser vai ver, eventualmente poderá depois dizer que gosta muito, e quem não quiser não vai, ou então vai e diz que não gostou.

      É assim a liberdade.

      Agora, impedir as pessoas de ver é que não!

      • Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

        Mas alguém negou a liberdade a alguém?
        Eu dei a minha opinião. Falei em nome pessoal. Se o caro Luís Lavoura entender que é arte e que merece ser visto, não perca tempo.
        A arte pode não ter limites, mas o bom senso tê-los-á sempre, embora o conceito de bom senso seja, também muito variável.
        Portanto estou completamente de acordo: quem quiser ver, que veja. Eu não estou minimamente interessado nisto que, pessoalmente uma vez mais refiro, não considero arte.


      • Mas alguém foi impedido de ver?

        • Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

          Caro Luís Lavoura.
          Eu não escrevi a palavra “impedir”.
          O Senhor é que escreve …”Agora, impedir as pessoas de ver é que não!”.
          Portanto a pergunta que aqui coloca, se tem um destinatário, é o senhor.
          Repito que apenas emiti uma opinião, a minha, sem qualquer tipo de constrangimento tal como não exerço esse mesmo constrangimento sobre quem quer que seja.
          Cumprimentos.

    • Paulo Marques says:

      A pergunta é outra: isto é arte que o estado deva financiar? Além do sujeito controverso, há alguma coisa de mérito ou são os louvores são onanismo artístico elitista?

      • Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

        Caro Paulo Marques.
        O facto do Estado financiar ou não não torna a arte mais ou menos credível. Compreendo a sua questão e corroboro a sua questão transformando a pergunta numa afirmação: isto é claramente o exemplo de uma demonstração elitista que pretende demonstrar o que só eles mesmo entendem. Para o meu conceito de arte, necessariamente.

        • Paulo Marques says:

          Tem razão, eu não sei se há dinheiro do estado para a promoção do evento ou não, mas era a isso que me referia.

          • Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

            É um facto e eu tinha compreendido perfeitamente o fundo da sua questão.
            Cumprimentos.

          • Nascimento says:

            Talvez o erro esteja em o carissimo veja esta EXPOSIÇÃO como um EVENTO. Ora Evento é que ele não é . Ela não acaba AMANHA E NEM PRETENDE PROMOVER O PIQUENICÃO DO KONTNENTE, PORRA! Percebe a DIFERENÇA? A prima da…. com a Arte da …? Pois.

    • Nascimento says:

      Devaneio? Onde Nas Artes? Ainda Bem! E, se pensar um Pouco, não foi Sempre assim?Coceitos, conceitos…pois é.

  3. JgMenos says:

    É assim o progressismo.
    Toda a merda deve ser exibida, tudo é normal, e se é anormal é provavelmente artístico.

    E sentem-se realizados, os idiotas!

    • Luís Lavoura says:

      Toda a merda deve ser exibida

      Dever não deve, mas deve PODER ser exibida. Se há pessoas que querem ir ver, então deve poder ser exibida.

      Quem não quiser ir ver a “merda”, que não vá. Mas, que deixe os outros irem.

    • Paulo Marques says:

      Se fosse uma foto de fascistas a metralhar imigrantes já voltava a baba do menos.

    • ZE LOPES says:

      “É assim o progressismo.
      Toda a merda deve ser exibida, tudo é normal, e se é anormal é provavelmente artístico.

      E sentem-se realizados, os idiotas!”

      Ó Menos, diga-me lá, sinceramente! Isto é uma “boca” para alguém? Não me diga que algum progressista exibiu a sua foto, eventualmente em pelota, ou Menos, em alguma exposição e…se sentiu, ainda por cima, realizado!

      È horrível, Menos! A minha sincera solidariedade! Ao c’o Mundo chegou!

    • João Mendes says:

      O menos é puritano. Não estava nada à espera 🙂

  4. R SANTOS says:

    “As fotos de baixo são bem mais pornográficas ”

    O sentido de humor do autor é do car******.

  5. joão lopes says:

    Será que se pode falar na capa do primeiro álbum da Patti Smith?

  6. Anonimus says:

    Isto é arte? Não sei.
    Os manguitos do Bordalo são arte?

    Os puritanos têm bom remédio. Não vão.
    As minhas crianças não vão ser expostas à badalhoquice. Outros pais terão ideia diferente.
    Ah mas o Estado deve proteger a criança.
    Então proponho barrar entrada a menores de 18 no McDonalds, e prender progenitores que fumem perto dos filhos.

    • Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

      Não perca tempo. Vá lá já amanhã. E fique lá muito tempo… E leve os seus filhos, se os tiver. E se não tiver, vá sozinho … mas vá mesmo.
      Não trate é de puritanos quem se não revê naquele tipo de arte.


  7. A última coisa que me chocou verdadeiramente este fim-de-semana, do artista conhecido por Abominável Homem das Neves:

    https://2.bp.blogspot.com/-OYQSJ7DqoRw/W6d8MseyKaI/AAAAAAAAULQ/lY2krPsW2eELGQqT1faVjZZMIKiwChinQCLcBGAs/s1600/Abomin%25C3%25A1vel%2BHomem%2Bdas%2BNeves.jpg

  8. Daniel Silva says:

    um pouco de decencia é importante numa sociedade moderna, por essa razão há nos espectaculos publicos uma classificação etária para os espectadores.
    Ninguém proibiu as imagens, simplesmente teriam que ser visualizadas numa ala para maiores de 18 anos de idade (normal dado o conteudo das imagens).
    Se agora tudo é licito porque o dito senhor é um (artista?!) então porque não passar o mesmo tipo de imagens na tv durante o prime time, não me revejo neste tipo de ‘arte’, parece-me somente um devaneio de cariz sexual, e como tal e numa sala de acesso publico julgo que sim, deve haver uma classificação etária

  9. Miguel says:

    ❤️❤️❤️


  10. Eu não sei se isto é arte e não me interessa saber. Quanto ao puritanismo e à censura alguém explique por favor a contradição: a administração diz que o diretor mostrou o que quis. O diretor demitiu-se, afinal porquê. Eu acho é que toda a gente ficou nervosa com o tamanhinho da pistola da foto. Pareceu-me uma indecência…

  11. Nascimento says:

    Será Pasoline Arte’ E Jean Genet? E Sade?Pois, os
    ” enquadramentos” são Outros! Dependem é do Suporte!
    E já agora, R. M. não é a primeira vez que é exposto em Portugal. Mas, como têm andado ” distraidos” e de Fotografia são Niente,informa-se que sim, R. M, esteve em Portugal e foram exibidas fotos suas. Quando? Bem, ainda a NET dava os primeiros passinhos, mas foi em Lisboa Capital da Fotografia, nos anos 90 de Santana Lopes á frente da pasta.
    E sabem que mais? ESTEVE PARA SER EXIBIDO NOS JERÓNIMOS! Só que á ultima hora ” alguêm” viu o Problema e chutaram o Artista Fotógrafo para um bar muito na moda nesse ano , e que ficava no Cais do Sodré! E pronto ,NÃO HOUVE ” PROBLEMA”…e o POVO
    ” VISITOU” outras exposiçoes com ALEGRIA , SANDES, GELADOS etc. Tudo BENZINHO. Até tiravam Polaroides aos partecipantes…. e isso inté teve a sua piada e bom Gosto.

    Ps. ai o que o Carlos Pinto Coelho se riu com o assunto!!!”
    “ACONTEÇE”… sabiam? Pois é ,a Memória é lixada. Entretanto não se descuidem, vem aí sangue, ranho, malta esventrada! O Euro festival da Can…Ups, perdão, o WORLD PRESS PHOTO!!!
    E tudo do bom e melhor! Bons enquadramentos( sabem o que é , não sabem?é daqueles em que o FOTOGRAFO? pôe uma bonequinha, para ” dar mais enfase ao Objecto”, junto a uma menina/o, enquanto esta, cheia de sangue, faz um ESGAR DE SOFRIMENTO! Claro que isso é ARTE! E Vende! Dá pelo nome FOTO/ JORNALISMO á Correio da Manhã( nada contra) , cada um mama o que merece…. “Acontece”.

    • Miguel says:

      Caramba, comparar isto com o Pasolini…. Isto é mais na linha do Jeff Koon, Joana Vasconcelos, Bill Viola, e por aí fora. Traduzindo: uma nulidade.

  12. Joao says:

    O problema é que Serralves é um museu visitado diariamente por centenas de crianças em visitas escolares. E os pais das crianças (encarregados de educação) não conseguem controlar o que elas vão ver. Sendo assim, é evidente que o Museu deve censurar a “arte” que mostra.

    Se assim não fosse, porque se censuram os anúncios nas paragens de autocarro, por exemplo? Também não são arte?

    É uma questão de bom senso. E respeito pela sensibilidade do povo em geral – que, obviamente, vai evoluindo. Mas é certo que a maioria dos pais das crianças não as autorizaria a visitar um museu com fotografias pornográficas…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.