PNR: poderá o líder de um partido inconstitucional ameaçar quem quiser sem consequências?

jpc.jpg

Lembram-se daquela vez que um grupo de militantes do Bloco de Esquerda marcou uma “manifestação” à porta da sede do PNR, com o objectivo deliberado de intimidar os pobres apreciadores de suásticas?

Lembram-se daqueles deputados do PNR que foram ameaçados de morte por dirigentes bloquistas?

Não lembram porque não aconteceu. O monopólio da violência política grunha está todo nas mãos de tipos como este. E já é tempo de cumprir a Constituição da República Portuguesa e ilegalizar este partido violento. Não pode valer tudo.

Comments

  1. Miguel Bessa says:

    Ninguém, de partido, clube, igreja nenhuma, deveria ameaçar ninguém, de outro partido, clube, igreja. Não é uma afirmação que deva ser feita apenas num sentido.

    Quanto á questão da constituição: se são admitidos admiradores da foice e do martelo, deveriam ser admitidos admiradores da suastica. São ambos anti democráticos!
    Mas como vivemos num país cujo objetivo constitucional é transformar-se na Venezuela.

    PS. Como é lógico, vai ser tentador fazer a deturpação do que escrevi. Repito: comunismo e social-nacionalismo são IGUALMENTE anti democráticos.

    • João Mendes says:

      Ó Bessa, em vez dares largas ao teu anti-comunismo primário, dá me lá exemplos de violência instigada pelo PCP. Enquanto isso recordo-te que foi o PCP uma das forças que nos libertou da merda do fascismo, ao passo que o teu sector político albergou os restos do salazarismo.

      Quanto a vivermos num país cujo objectivo constitucional é transformar-se na Venezuela: mete mais tabaco. Fumar essa merda pura come-te a cabeça toda.

      • Carlos Vila Verde says:

        João Mendes:a tua linguagem mostra como és intolerante. O PCP tentou substituir a ditadura salazarista por uma outra pior, : a ditadura comunista. Felizmente não conseguiu, apesar de todas as bombas e toda a intimidação no pós – 25 de Abril.

        • ZE LOPES says:

          Uma perguninha…: se “felizmente não conseguiu” como é que V. Exa. sabe que essa ditadura era pior?

          • Carlos Vila Verde says:

            Como sei? Ora essa! Os “amanhãs que cantam” mostraram toda a sua capacidade repressiva na ex-URSS e nos antigos países do leste até à luta dos povos pela democracia ter varrido do nosso planeta o monstruoso regime que era o comunismo soviético, e do qual o PCP e Álvaro Cunhal eram mandatários para a sua implementação em Portugal. Felizmente, repito, foram derrotados no 25 de Novembro e Portugal pôde ser uma democracia multipartidaria.

          • Miguel Bessa says:

            Felizmente não conseguiu porque agora vivemos em democracia. Você nem percebe que há vida fora da ditadura que só imagina substituir uma pela outra.

            Como se sabe que era pior? Faz essa pergunta logo na semana em que na Venezuela o povo de revolta contra uma ditadura semelhante a que o PCP queria instalar em Portugal?

          • ZE LOPES says:

            Ó Bessa, não seja parvo. Eu nunca apoiei nenhum louvador de torturadores da pior espécie como fez V. Exa! V. Exa. não sabe nada do que se passou aqui na sequência da Revolução de Abril. Só palpites!

            Eu não sei é como é que um tipo como V. Exa. prefere viver num país governado por socialistas e outros esquerdistas em vez de ir para o paraíso bolsoneiro, que onde devia estar!

            Vá andando! E ainda tem a lata de se queixar que “os de esquerda” lhe chamam logo fascista! É o que V. Exa. está aqui a fazer. Ao contrário!

        • abaixoapadralhada says:

          O sr Verde deve estar a falar das bombas que em 1975 o ELP e a direita, com o apoio da Igreja ( Conego Melo) e do PS (Mario Soares), lançou e matou varias pessoas entre as quais o Padre Max da Lixa,que a Igreja não tolerava ?

          Se é dessas bombas, conte a verdade toda, porque deve saber mais do que apareceu nos jornais.
          Ou o seu post fala só do que ouviu ou foi doutrinado, porque não vivia ainda nessa altura ?

          • Carlos Vila Verde says:

            As bombas do Exército de Libertação de Portugal (ELP) contra sedes do PCP surgiram como a resposta inevitável contra a tentativa totalitária dos comunistas de tomada do poder (queriam uma “democracia popular”, não uma democracia representativa, tudo fazendo para que as eleições para a Constituinte não se realizassem). Felizmente, fracassaram…

          • ZE LOPES says:

            Pois, Herr Vila Verde! As bombas do ELP eram democráticas! Nada de totalitarismos! E o Spínola não queria impor uma nova ditadura nem nada! Era tudo um bando de democratas pegado!

        • Nascimento says:

          Olha lá ,estás-te a referir ao cónego Melo?Ai já sei, deve ser aos assaltos ás sedes do PCP promovidos pela Igreja ou pelo MDLP?
          E já agora, aqueles gajos do ElP/ MDLP 7 KAULZA , os que mais tarde apoiaram a Indonésia, ainda estão vivos? e quem são ? Aposto que sabes não? Estás é esquecido.Pessoal bom! tão bonzinho que o do Porche ficou feito em merda dentro do carro. Coisas de diamantes , gás a ver?O mano? Do CDS? Ora, calou e andou a mamar uns anitos na CM. até que o ” inginheiro Mota / Engil lhe tirou tapete… ai esta memorai é fodida!

      • Miguel Bessa says:

        Já lhe responderam. E já salientaram que de entre nós se há algum adepto de ditaduras é você que não tolera oponopin diferentes.

        • Paulo Marques says:

          Ainda estou à espera de ver o Bessa dizer alguma coisa má sobre as colónias americanas. Até elogiou Pinochet.

        • Carlos Almeida says:

          Diz o Sr Verde

          “As bombas do Exército de Libertação de Portugal (ELP) contra sedes do PCP surgiram como a resposta inevitável contra a tentativa totalitária dos comunistas de tomada do poder (queriam uma “democracia popular”, não uma democracia representativa, tudo fazendo para que as eleições para a Constituinte não se realizassem). Felizmente, fracassaram…”

          OK. Para nos livrarmos da concorrência, achamos normal e democrático, usar bombas, matar pessoas com bombas, etc, etc

          Isto é o que dizem agora que concordam com que os fascistas fizerem em 75. E ainda bem que o confessam, porque esta gente fará o mesmo quando virem que é a única maneira de voltarem ao poder. Não tenhamos ilusões.

          Diz o Sr Bessa

          “Já lhe responderam. E já salientaram que de entre nós se há algum adepto de ditaduras é você que não tolera oponopin diferentes.”

          É claro que por adeptos da ditadura ele não se refere aos que em 75 usavam bombas contra adversários políticos.
          Refere-se apenas aos que durante 40 anos lutaram contra a ditadura fascista do Salazar.

        • ZE LOPES says:

          E mais Xô Bessa: V. Exa. acusou-me de xenofobia! Está sempre feito libelinha a queixar-se da intolerãncia, e tal, e bastou um comentário meu que lhe não agradou para me acusar do que nunca fui. Já agora: do PCP também não!

          Adepto de ditaduras é V. Exa, que teve a distinta lata de louvar o Bolsonaro, um homem que justificou a ditadura e a tortura!

          Por isso fica-lhe muito bem defender o PNR, um partido que, nos seus primórdios, se atirava a tudo o que era imigrante, brasileiros incluídos, e mesmo estrangeiros: até espanhois foram espancados por skins que por lá andavam. Fica-lhe mesmo muito bem. É só deixar crescer o bigodinho para dar um ar de maior coerência. Sim, porque os nazis, depois da guerra, também justificaram a ditadura como necessária para evitar outra pior.

      • Pedro Viegas says:

        Violencia do pcp? Agressão a 2 gays, brigadas revolucionárias, fp-25, saneamento de jornalistas, afastamento de um comuna homossexual, piquetes de greve, vandalismo de paredes e escadas. Quem nos libertou do estado novo foram militares, o pcp apenas se aproveitou disso.

      • JgMenos says:

        «foi o PCP uma das forças que nos libertou da merda do fascismo» para nos meter em coisa bem pior, assim tivesse podido, assim não lhe tivessem pegado fogo.

        • ZE LOPES says:

          O PCP a meter-nos numa ditadura? Sim, mas para evitar uma muito pior! A do bombisteiro Spínola e respetivos ELPeiros!

          Nestas coisas de ditaduras que podiam ter acontecido cada um vê as que quer!

    • ZE LOPES says:

      Ó Xô Bessa desde já o aviso que está a defender um partido político que se atirou desde sempre á imigração. Brasileiros incluídos, no tempo em que entraram muitos. E ucranianos, russos, romenos, etc. etc. Só recentemente se viraram para os refugiados porque a conversa antiga não dá.

      Em contrapartida foi a esquerda que defendeu sempre os trabalhadores migrantes. Foices e martelos incluídos.

      Se V. Exa. prefere apanhar nos cornos, são gostos. Já em tempos o Marquês de Sade escreveu sobre isso. Agora não venha por tudo no mesmo plano!

    • Paulo Marques says:

      Se são anti-democráticos, como é que foram os mesmos movimentos que acabaram com os votos com pesos diferentes e trouxeram o voto às mulheres e aos negros?
      Para a direita, democracia é o capital a votar. E os padrecos. Boa sorte com isso.

    • Carlos Almeida says:

      Diz o Sr Bessa

      “Quanto á questão da constituição: se são admitidos admiradores da foice e do martelo, deveriam ser admitidos admiradores da suastica.”

      Provavelmente o Sr Bessa não andava por cá nos anos 50, 60 e 70 . Mas mesmo assim, já deveria saber que nesse tempo, o governo fascista de Salazar, isto é dos admiradores e parceiros da suastica, perseguiam, prendiam e matavam, comunistas, socialistas e todos quantos se opusessem à ditadura de Salazar.

      Mas nós compreendemos que queira baralhar as cabeças de ingénuos com frases como esta. Mas se tivesse vivido nesse tempo, não tenho duvidas de que lado se encontrava na barricada.

  2. Carlos Vila Verde says:

    Ilegalização de partidos políticos =fascismo=comunismo

    • Paulo Marques says:

      Eu não sabia que um partido político era uma organização para causar violência e traficar droga. Posso votar nos No Name Boys nas eleições? Sempre são mais honestos no ao que vêm.

      • Carlos Almeida says:

        Futebol aqui ?????

        Ao menos os fachos, alguns envergonhados e outros já cheios de vento, não falam nessa merda

        • Paulo Marques says:

          Digamos, a lista de crimes em certos emails que são inventados e segredo comercial ao mesmo tempo tem algumas semelhanças com os do PNR, e não é por acaso.

    • Nscimento says:

      Tu és um pão. A sério. Vá, vai la ler o CM para o wc. E aproveita leva uns palitos para ires limpando os dentes.

  3. Jose Dimas says:

    Pronto: nem aqui, os adeptos do clube do Gonçalves e do Cristóvão e do cashball deixam o Sport Lisboa e Benfica em paz. É tão grande a comichão que o Glorioso lhes faz lá entre as nalgas, como diria o outro, é tamanha a inveja, que não descansam.
    Fala de nazismo e de fascismo, ó pascácio! E quando o fizeres, não te esqueças de referir os dirigentes do teu lumiarense que pertenceram ao regime salazarista-marcelista. E não olvides as saudações nazis que deixaram em fotografias.

    • Paulo Marques says:

      Yawn
      Foi o teu presidente que nos mandou ler os emails esta semana. Os que são falsos e segredos comerciais ao mesmo tempo. Os que a Ana Gomes veio dizer esta semana que relatam crimes gravíssimos.
      Claro que escolher factos à lá carte na bola tá tudo bem, andar a fazer a mesma clubite a ideologias já é ignorância perigosa.

  4. esteve,ayres says:

    Não é por nada mas o PNR, são todos umas “virgens”!!! Claro que tb temos virgens no BE?!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.