EUA, o estado daquilo

O Observador Fox News apresentou os seus artigos de deslumbramento, fazendo tábua rasa sobre mentiras e exageros (por exemplo, este e este).

Nearly 30 dubious claims woven into speech
From the economy to immigration and crime, the president played fast and loose with the facts.

Não esteve sozinho a publicar por cá histórias nesta mesma linha. Foi o tom geral, até. Fake news também passa por fazer de correia de transmissão e ignorar outros pontos de vista.

Algumas das tiradas do presidente americano incluem referências a uma suposta carnificina na fronteira com o México (mas zero referências aos sucessivos massacres por tiroteio nas escolas), às maravilhas trazidas pela sua guerra comercial (sem referir os milhões que tem precisado de enviar para os agricultores) e ao desempenho da economia (que já vinha em crescimento).

E apelou à paragem da investigação sobre a sua eleição, a qual já tem presos e diversos acusados. O cerco aperta-se, assim se constata.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.