O envelhecimento da classe docente

 

Vídeo encontrado no ComRegras

Comments

  1. Luís Lavoura says:

    Isto é em boa parte consequência de uma demografia deprimida (em Portugal, tal como na Itália, tal como na Lituânia, etc). Com poucas crianças, o corpo docente encolhe, o que significa que se contrata menos jovens, o que implica que o rácio de professores idosos aumenta.

    • António Fernando Nabais says:

      Isso é tão simplista que dói. Há problemas de natalidade, é verdade, mas o que ditou o despedimento de professores e a não contratação foi o aumento do número de alunos por turma. Além disso, para lá do necessário combate à diminuição da natalidade, seria a altura ideal para melhorar o sistema, permitindo, por um lado, ter mais professores para apoios individuais e, por outro, garantir o convívio (enriquecedor para o sistema) entre professores mais novos e mais velhos. Na verdade, o único objectivo do Ministério da Educação, como repartição das Finanças, é baixar a despesa, nem que seja à custa da eficiência. Contas de merceeiro.

      • Pimba! says:

        Ora bem, Nabais, está tudo dito!

        Na Finlândia, a tal Meca do Ensino, as turmas têm 20 alunos, que podem esticar até 25, em circunstâncias extremas;
        em Portugal, o normal (ou até mínimo) säo… 30 alunos!

  2. Vont Aire says:

    Proibam os contraceptivos…

    Volt Aire

    • Albino manuel says:

      Bom, quer dizer que a fenprof está com reumático e que o estado pode aproveitar para celebrar contratos individuais de trabalho.

  3. Albino manuel says:

    Qual é a companhia de linha que no seu juizo perde tempo com o Porto?
    O que é que o Porto tem para oferecer?
    A casa da música? A gulbenkian é melhor.
    Monumentos? O quê?
    Museus? O quê?
    Putas e vinho tinto. Aqui não contesto.
    Venham os escaldões.

  4. luis barreiro says:

    Pode ser que agora com os professores mais velhos comecem a colocar o interesse dos alunos em 1º lugar do que reivindicar dar menos aulas ou reforfarem-se aos 50 e poucos anos.

    • António Fernando Nabais says:

      O Luís deve estar muito bem informado e, portanto, vai, com toda a certeza, demonstrar inequivocamente que

      • os professores nunca colocaram o interesse dos alunos em primeiro lugar;
      • há muitos professores a reformarem-se com 50 e poucos anos (esta informação dar-me-ia muito jeito, porque estou com 55 e, vai-se a ver, já podia estar reformado e não sabia).

      Agradeço, antecipadamente, toda a iluminação que o Luís nos vai trazer, porque não acredito que se comporte numa caixa de comentários como qualquer um que, numa tasca, arrota umas postas de pescada sobre assuntos que não domina. Não pode ser, não acredito.

    • POIS! says:

      Pois está desatualizado!

      Aos 50? Aos 30! Sim, aos 30! Há professores a reformarem-se ainda antes de conseguirem o primeiro contrato! Um escândalo!

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.