Sporting-19, ou mais uma Terça-feira normal no escritório de Eduardo Cabrita

Foto: Miguel A. Lopes/Lusa@Sapo Desporto

Em primeiro lugar, parabéns a todos os sportinguistas, em especial aos cá da casa, pela merecida conquista do campeonato, sem espinhas ou discussões: quem perde zero vezes durante todo o campeonato, em princípio não ergueu o troféu por obra do acaso.

Em segundo lugar, a pergunta que se impõe? Eduardo Cabrita tem nudes de António Costa? É que, a cada dia que passa, restam cada vez menos justificações plausíveis para que continue no cargo, se é que ainda existe alguma, pelo que a teoria da conspiração, neste caso, poderá não estar assim tão afastada da realidade. Alguma coisa o homem há-de ter, para que um político sabido e experiente como António Costa continue a colocar em causa a sua própria credibilidade e a do governo que chefia, como de resto se viu hoje no Parlamento, com um ministro-desastre como Eduardo Cabrita.

Em terceiro e último lugar, e por falar em justificações plausíveis, haverá alguma que explique que os estádios continuem interditos, e se verifiquem ajuntamentos à porta, com a dimensão daquele a que ontem assistimos em Alvalade? E atenção que não é minha intenção julgar os adeptos. É natural que aquilo que ontem vimos tenha acontecido. Natural e expectável, motivo pelo qual não se percebe como não foi antecipado e acautelado. Ou percebe: foi só mais uma Terça-feira normal no escritório de Eduardo Cabrita.

Mas, espera lá: pelos vistos foi antecipado e acautelado! Porque a menos que esta seja uma fake new da Renascença, o Secretário de Estado do Desporto afirmou, na semana passada, que a festa estava a ser preparada. Ainda bem que foram garantidas as necessárias condições para que tudo se desenrolasse com normalidade, respeitadas as normas de combate à pandemia (ainda) em vigor, e garantida a ordem e segurança de todos os presentes. Mais bala de borracha, menos bala de borracha, mais multidão espatifada contra o gradeamento, menos multidão espatifada contra o gradeamento, correu tudo maravilhosamente. Agora é culpar os adeptos e não se fala mais nisso.

Comments

  1. Alexandre Barreira says:

    …quem “Cabritas” vende…e cabras não tem……!!!!

  2. Tá bem, deixa ... says:

    Estes do PSD, julgam que demitem ministros a seu belo prazer!
    Ide-vos ….

    • João L Maio says:

      O João Mendes não é do PSD. Nem de nenhum partido de direita. Está, até, à esquerda do PS. Não diga disparates.

      • CARLOS ALMEIDA says:

        Mas está com azia . E não é só ele. Eu diria que é a maioria aqui no Aventar

        • João L. Maio says:

          Com azia pela vitória do Sporting? Talvez. É legítimo, não acha?!

          E com azia por Eduardo Cabrita se manter impune? Com toda a certeza. Eu até nem concordo a 100% com o texto do meu colega aventador, mas concordo com a ideia chave: Eduardo Cabrita já há muito deixou de ter condições para se manter no cargo e só se mantém porque… não sei, ninguém sabe, é a pergunta para 1 milhão.

          Para mim não está em causa o Governo como um todo, não está em causa a legislatura nem nada que se pareça (deixo essa postura reaccionária para a Direita), mas estão em causa um sem-número de situações que têm denegrido a pasta do MAI. Cabrita deveria ter-se demitido (ou sido demitido) logo na altura do caso SEF.

          Remato com o chavão do “é esperar resultados diferentes aplicando sempre a mesma fórmula”. Não dá mais para Eduardo Cabrita e devia ser unânime.

          Quanto ao caso em si, falharam muitas partes. Falhou a consciência social e de saúde pública por parte dos adeptos, falhou o Governo, pela mão do MAI, por não ter antecipado os acontecimentos, falhou a CM de Lisboa, pelo mesmo motivo e falharam as autoridades, por não se terem sabido coordenar (mas quem manda neles é quem tem mais culpa).

          Dito isto, abrirá uma investigação, segundo o que foi dito hoje na AR, e é esperar para ver… uma montanha a parir mais um rato.

        • João Mendes says:

          Até choro, de tanta azia. Ontem, por exemplo, emborrachei-me de água das pedras, a ver se passava.

    • Filipe Bastos says:

      “…julgam que demitem ministros a seu belo prazer!”

      Claro que o João Mendes não é da Laranja Podre, nem perto, mas o mais interessante é esta mentalidade.

      Há eleições legislativas. Votam cinco milhões, metade da população. Dois milhões, se tantos, votam no partido vencedor. Este forma governo. Ou seja: nomeia uns compinchas sem qualquer validação popular; escolhe quem lhe dá na gana.

      Os ditos compinchas, regiamente pagos pelo contribuinte, fazem também o que lhes dá na gana. E ninguém pode demiti-los. Só outros partidos ou pulhíticos, que receberam ainda menos votos, podem sequer colocá-los em causa.

      E é isto ‘democracia’. Dizem uns otários.

    • João Mendes says:

      Filhote, PSD é quem te deu o puré de fruta na boca hoje de manhã. Vai-te… (wait for it)… Foder!

  3. Rui Naldinho says:

    António Costa defende Eduardo Cabrita. “Tenho um excelente ministro da Administração Interna”
    Quando não consegues substituir ninguém por um outro/a mais competente, só podes mesmo mantê-lo, não é?
    Cabrita não acerta uma, mas Costa acha que este seu “Lulu” é um verdadeiro Rottweiler.

    • João L Maio says:

      Essa do Rottweiler fez-me vir à memória uma canção dos britânicos IDLES, chamada “Rottweiler”, que é uma crítica aos MCS sensacionalistas e aos políticos populistas que se aproveitam disso.

      Se procurar pela letra, verá que até a este caso Costa-Cabrita pode ser adequado.

      Um abraço!

    • João Mendes says:

      Mas é curioso, porque certamente se arranjaria alguém menos incompetente. Tem que ser mais que isso…

  4. António Veiga says:

    Este pessoal não percebe que está a seguir a narrativa dos “Observadores” da direita?
    Hoje a matilha está atiçada contra o Ministro Cabrita, ontem contra o Azeredo, amanhã contra outro qualquer, desde que seja do PS ou próximo.
    Os Polígrafos não são jornalismo, nem sequer “estrume” são mesmo trampa.
    Porque não fazem perguntas assim:
    -È verdade que o Cavaco Silva andou a pagar metade do IMI que devia durante muitos anos?
    https://www.publico.pt/2016/10/01/politica/noticia/cavaco-pagou-metade-do-imi-que-devia-ter-pago-durante-15-anos-1745761
    -È verdade que trocou a vivenda Mariani pela atual sem acréscimo fiscal?
    https://www.dn.pt/portugal/permuta-da-aldeia-da-coelha-sem-despesas-para-cavaco-1762812.html
    -É verdade que, já com o BPN em derrocada, escreveu um bilhetinho ao compincha Oliveira e Costa e este pagou-lhe 200 e tal mil euros por uns títulos que detinha?
    https://expresso.pt/economia/cavaco-ganhou-147-mil-euros-com-acoes-da-sln=f517787
    -É verdade que Marques Mendes disse isto:
    https://www.youtube.com/watch?v=QeQnAsZaiFE
    e fez isto:
    https://www.noticiasaominuto.com/politica/161420/marques-mendes-apanhado-em-negocio-ilegal-de- acoes
    -É verdade o “Economista” chefe da SIC disse isto:
    https://videos.sapo.pt/U3qgKmZBw6i2GGIGrqGh
    E então? Dá para perceber agora o triste papel de papagaios da direita ou ainda não?

    • Paulo Marques says:

      Sim, o canal do militante nº1 só enganou e engana quem quer (tirando excepções de alguns jornalistas). E depois, o homem consegue, no mínimo dos mínimos, não descredibilizar o estado?

  5. Ditador says:

    Mas, não vivemos numa ditadura?! Já não percebo nada disto!

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.