Vaticano criminaliza abusos sexuais em menores e adultos

Após ter criminalizado actos de pedofolia praticados por membros da Igreja, o Papa Francisco aprova a criminalização por abusos sexuais e assédio em sede do Direito Canónico, onde engloba o assédio sexual, a exploração menores para a pornografia, bem como as práticas que identifica como próprias de “predadores sexuais” adultos.
Pela primeira vez o Vaticano reconhece oficialmente o comportamento de “predadores sexuais” como criminoso.

Muito haverá ainda para fazer, uma vez que ainda nada é dito sobre a obrigação de denúncia às autoridades laicas de quem pratica esses crimes, mas é um passo importante para o reconhecimento de décadas de abusos sexuais dentro da Igreja.
Convém congratular a organização “Sodalitium Christianae Vitae”, sediado no Peru, que se dedica a averiguar queixas sobre alegados abusos físicos, psicológicos e sexuais tanto de menores como de adultos, por muito ter contribuído para este importante passo.
…………

ps: Subscreva as actualizações do Aventar no seu leitor de feeds clicando aqui.

Comments

  1. JgMenos says:

    Que a Igreja deixe de ser abrigo de homo, é a nova política que a onda LGBT+ justifica.
    Os anormais deixam de precisar da caridade católica.

    • POIS! says:

      Pronto, melhor!

      Assim V. Exa. já não precisa e escusa de ir pedinchar ao padre da freguesia. O recurso à caridade é sempre um tanto estigmatizante.

    • Paulo Marques says:

      Que é que a homossexualidade tem a ver com o abuso que ainda há poucos meses dizia que não existia?


  2. De fato, seu artigo foi muito bem explicado gostei de ler.
    Resultado Hiper Bauru

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.