José Gomes Ferreira ou a ignorância atrevida

José Gomes Ferreira é director-adjunto de informação da SIC e comentador indignado de política económica. Publicou recentemente um livro intitulado Factos Escondidos da História de Portugal. O facto de ser uma figura pública fez com que desse várias entrevistas sobre o livro, o que é legítimo, como é legítimo que tenha escrito e diga disparates que estão ao nível da conversa de café, em que qualquer um, com a barriga encostada ao balcão, diz que sabe mais de História Medieval do que José Mattoso ou que tem lições a dar a Cristiano Ronaldo acerca do modo de marcar livres.

Mais acima, ficou uma recensão feita por Paulo M. Dias e por Roger Lee de Jesus, no Podcast Falando de História. Foi mais uma descoberta feita no mural do Mário Machaqueiro.

Se o rigor de José Gomes Ferreira como jornalista for equivalente ao que o norteou na escrita deste volume, estamos conversados. Entretanto, vou imitá-lo e escrever um tratado sobre lagares de azeite.

Comments

  1. Ml G says:

    Por ser uma “celebridade ” televisiva não quer dizer que José Gomes Ferreira saiba algo acerca da História de Portugal. Seria bom que ele lesse bons livros de História e/ou investigasse bem os conteúdos históricos e não andasse pelos blá,blá das”teorias da conspiração”

  2. Rui Naldinho says:

    De alguém que foi contratado para funcionar como “idiota útil”, difícil seria esperar grande sabedoria. Duvido que alguma vez produza qualquer obra escrita sobre que tema for, com o mínimo de credibilidade.
    Há gente que nasce para certo tipo de tarefas.

  3. Filipe Bastos says:

    Não duvido que o livro seja uma treta, ou que o Gomes Ferreira o lançou para mamar uns cobres aos carneiros que compram tais tretas, desde que venham duma ‘figura pública’.

    Basta entrar no Continente e ver a fonte inesgotável de best-sellers e shit-sellers de actores, apresentadores, comediantes, futeboleiros e outros chulos, chulecos e chulões. Um dos mais profícuos é o Ricardo Araújo Pereira, mui apreciado por aqui.

    Mas estamos a criticar o livro ou também o autor? O JGF é desprezado por muitos esquerdistas; mas já o vi malhar em mamões, logo não pode ser todo mau.

    Recordo por ex. a entrevista dele ao Álvaro, quando este foi corrido pelo fantoche passista a mando do Mamão Mexia; ou quando confrontou o Catroga sobre a teta na EDP; ou há poucas semanas sobre outro roubo da EDP, este na venda das barragens.

    Porque é o Gomes Ferreira o “idiota útil”?

    • POIS! says:

      Pois tem razão.

      Lá idiota é ele. Mas útil, realmente,não sei a quem.

      • Abstencionista says:

        “Lá idiota é ele”.

        Porquê?

        • Abstencionista says:

          Porquê Xô?

          Porque podias dizer que nada melhor que um idiota abrantino para reconhecer outro idiota, mas a questão é outra.

          A questão é que os abrantes avençaddos como tu não gostam do homem porque ele põe a careca ao sol aos ladrões do regime.

          Pode esquecer-se de alguns gatunos, mas aqueles de que se lembra dariam para rechear vários telejornais.

          Quanto a ser o “idiota útil” muito me surpreende pois eu julgava que esses chamavam-se Daniel Oliveira, o ex da Gorjão das causas, e o Pedro Marques Lopes, um lambe cús ao quadrado que nem tem a desculpa de defender o emprego, pois o pai merceeiro encheu-lhe a conta.

          Tu ao menos ainda tens a desculpa de precisares das avenças para pagar os cogumelos.

          Bjs

          • POIS! says:

            Xôôôôô! Xôôôôô! Abestancionista psicopata!

            Pois podia era dizer que não fiquei surpreendido por um retinto psicopata como é o caso de V. Exa. vir aqui solidarizar-se com o JGF, um idiota chapado. Tudo normal!

            V. Exa. começa por responder a si próprio. E depois de dizer que “nada melhor que um idiota para reconhecer outro idiota” V. Exa. “reconhece”…dois!

            Bem que lhe doem os pézinhos, tão esburacadinhos que estão, como se queixou lá na sessão dos “Psicopatas Anónimos”.

            Definitivamente V. Exa. tem uma fixação por duas coisas: abrantes e cogumelos. O primeiro, já lhe disse, é um reconhecido psicopata, o que deixa tudo explicado. Os segundos, só se estiver a referir àqueles que tem consumido abundantemente pelo fundo das costas. Eu não faço desses consumos mas calculo que para V. exa. sejam de borla.

            Aconselho V. Exa. a acompanhar o JGF a Marte. talvez por lá hajam cogumelos grandinhos e azulinhos

          • Paulo Marques says:

            Põe, ou repete? Depois de quanto tempo a lamber-lhes as botas a dizer que o estado deve sair do caminho e desregular tudo?

        • Abstencionista says:

          “Lá idiota é ele”
          Porquê?
          Apresenta factos e não insultos, até porque já sabemos que és um tipo sem educação.

          • POIS! says:

            Pois tá bem!

            Presunção e “falta de educação” cada um toma a que quer! Se o descaramento psicopatolas pagasse imposto V. Exa. estava todo carimbado!

            Na próxima vez, peço encarecidamente a V. Exa. que inclua nos seus comentários o que devo pensar e o que lhe devo escrever, para que não fique assim tão nervoso a tentar adivinhar o que aí vem.

            Mas, parafraseando o que ouvi num filme já antigo, vamos a um acordo: V. Exa. pára de me tentar colar mentiras e eu deixo de lhe colar verdades.

    • Paulo Marques says:

      Porque é contabilista a fazer de conta que percebe de macroeconomia, e gosta muito da eurolândia para depois de queixar que os bancos não são fiscalizados, e que cobram taxas e não emprestam, porque isso não vinha no manual.
      Agora faz fretes ao provincianismo do império que nunca foi como gostava – é extraordinário o ódio ao país que têm que inventar outro, mas adiante. Agora também viu na internet que marte é azul, mas “eles” não querem que se saiba. Marou de vez.

      • Filipe Bastos says:

        Creio que tem razão, embora, sendo justos, essa seja +- a postura default dos jornalistas, economistas e demais fauna comentadeira, tirando a do PCP e BE.

        E mal por mal, o JGF vai destapando algumas carecas – também do Partido Sucateiro – e denunciando alguns mamões. Olhe que há pior. Bem pior.

        • Paulo Marques says:

          Quando muito, repete, denunciar é outra coisa.

          • Filipe Bastos says:

            Amplifica. Tal como faz o Paulo Morais, uma das raras vozes com acesso aos media que fala claro sobre os mamões que saqueiam o país e a escumalha pulhítica que os serve.

            Não por acaso, vi o Morais no programa do JGF várias vezes; mais que nos pseudo-debates do mano do Bosta, Expressos da Meia Noite, Quadraturas dos Chulos, Eixos do Mal, Governos Sombra e outras reuniões de lambe-cus do regime.

            JGF deixa a desejar? Sem dúvida. Mas quem vê de melhor? Quem mais denuncia, repete, amplifica, o que for, algumas verdades sobre esta choldra?

          • Paulo Marques says:

            Amplifica tudo, até as teorias de conspiração, a troika, a desvalorização interna, o FMI, a suposta protecção laboral, a regulação… até podia escrever no Guardian!

  4. Vaz Silva says:

    Era um dos agenciados do BES?
    https://videos.sapo.pt/U3qgKmZBw6i2GGIGrqGh

    • POIS! says:

      Pois talvez não.

      Não seria necessário gastar massa com o personagem. A sabujisse do JGF perante os “banqueiros” era tal que bastariam uns bolinhos e uma gasosa e ficava tudo bem.

      • Abstencionista says:

        “A sabujisse do JGF perante os “banqueiros” era tal que bastariam uns bolinhos e uma gasosa e ficava tudo bem.”

        Xô Pois, não tens vergonha de seres mentiroso!!!

        Cita exemplos dessa sabujice! Factos…

        As últimas que vi do JGF foi um ataque aos bancos que pretendem acabar com o dinheiro físico.
        Não foi invenção ou imaginação dele, vi a mesma preocupação partilhada por muito boa gente, até ao nível de deputados europeus.

        TPC. vai ao google e procura opiniões sobre o assunto.

        • POIS! says:

          Pois tá bem!

          Xô? Não Xôôôôôô! Xôôôô, psicopata!

          Há dezenas de anos que vejo entrevistas da criatura. Catrogas, Salgados, Rendeiros, Vaz Guedes, Mexias, Carrapatosos… Nos “bons tempos” dessa gente é que V. Exa. o havia de ter visto! Pensa que alguém, no grupo empresarial que lhe dá sustento, se atrevia a fazer frente a essas criaturas? O “Compram’isso Portugal!” comprou muito boa gente! E compra! Basta “Observar”!

          Pudera que o problema do fim do dinheiro físico fosse invenção ou imaginação dele! O homem não chega a tanto!

          • Abstencionista says:

            Xô abrantes, leste o livro?
            Caso afirmativo já tens qualquer coisinha para plagiar acerca dos idiotas úteis.

            Segundo o teu raciocinio destrambelhado, se um jornalista entrevistar o Ventura passa a xenófobo.

            Quanto ao Rendeiro informo-te que vi a entrevista, a propósito dum livro que o vígaro escreveu, onde foi posta em causa a saúde do banco e, só meses depois, é que foram tornadas públicas as vigarices do tipo.
            Quanto ao Mexia JGF sempre pôs em causa o custo da energia e a dependência do governo em relação á empresa.
            Entrevistou o Salgado? Não sabia mas vou descobrir a entrevista para não falar de cor (como tu).

            Mas nunca o vi a juntar as mãos á esquerda e dizer “o BES”… e juntar as mãos á direita e dizer “não é o BES” como vi muitos jornalistas fazerem.

            TPC: vai ao YouTube e procura esses jornalistas que foram a esse workshop onde os treinaram para, em uníssono, dizerem que o “GES não é o BES”.

            Por muito que te custe o JGF é dos poucos que vão incomodando os poderosos deste país.
            No dia em que sair da SIC esta passa a ser o “Correio da manhã” deste regime.

            Bjs e estuda pá!

          • POIS! says:

            Pois, assim é que está bem!

            V. Exa, finalmente, dirige-se a quem lhe deve responder.

            Esse tal “abrantes”. Esteja à coca (olha os acentos!) que a resposta já (olha os acentos!) aí vem! O gajo está só a vestir-se!

          • Paulo Marques says:

            Incomoda tanto que lhe pagam a publicidade para manter o salário.

          • POIS! says:

            Pois, e ainda descobri…

            Que o comentário destinado ao “abrantes” é um plágio! (olha os acentos!)

            Há lá, pelo menos, dois acentos trocados! (olha os acentos!)

            V. Exa. no PAN é que não tinha lugar! Cada tirinho seu melrinho!

  5. JgMenos says:

    Interessa pouco a valia da obra em área em que não faltam deambulações, especulações e disparates.
    Uma coisa é certa: o corretês anda a querer retirar o ‘glorioso’ em tudo que seja a nossa história.
    Merecem por isso este e muitos outros livros deste tipo ‘divulgação’.

    • POIS! says:

      Pois não posso crer! Estão a tirar…o “glorioso”???

      Tchchchch! É um escândalo! Logo uma história como a nossa, recheada de Gloriosos Filhos da Mãe! Não se faz!

      Merecem e de que maneira! Ainda noutro dia vi um livro de um corretês qualquer que defendia que o Cerejeira era, na realidade, uma cerejeira e até pariu cerejinhas e tudo! E nem me aventuro a dizer a V. exa. quem diziam que era o pai!

    • Paulo Marques says:

      Nem tudo é como a economia, na ciência histórica as afirmações têm que bater com as provas documentais e arqueológicas, e a especulação é assumida.
      Já o agente económico plenamente informado que só entra em contractos benéficos ainda está para ser encontrado.


  6. José Gomes Ferreira igual a si próprio e credível como sempre (not!). Bem podiam enviá-lo para Marte, para poder verificar pessoalmente a cor..

    • POIS! says:

      Pois, mas…

      O problema é que parece que, em Marte, domina a cor de burro. Correr-se-ia o risco de o JGF se perder na paisagem e nunca ser encontrado.

      E depois como é que a malta se divertia? Pá, não podemos correr esse risco!

  7. Daniel says:

    O vetdadeiro artista:
    “José Gomes Ferreira no telejornal da SIC Notícias frente a Ana Lourenço aconselha as pessoas a confiarem o seu dinheiro ao BES de Ricardo Salgado apenas um mês e uma semana antes do colapso do Grupo.”

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.