Ontem, Cristiano Ronaldo tornou-se simultaneamente

o melhor goleador de selecções e o melhor goleador de seleções. Parabéns, CR7. Como sabemos, selecções ≠ seleções.

Foto: ©INPHO/Ryan Byrne

Comments

  1. Filipe Bastos says:

    Uma alegria imensa.

    Abençoado país, com tamanho bronco mega-mamão no topo do pseudo-desporto mais alienante e corrupto do planeta.

  2. Professor B says:

    Exactamente. Não são a mesma coisa. Seleções é uma espécie de mixórdia adulterada.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.