O Tratado que bloqueia a transição energética: TCE

Está a decorrer de 28 de Setembro a 1 de Outubro a a sétima ronda de negociações para a “modernização” do Tratado da Carta da Energia (TCE). Um Tratado que protege as petrolíferas e condena os estados a pagar muitos milhões. Os 53 países que o assinam abdicam da sua soberania legal e aceitam ser processados por empresas em tribunais arbitrais. Portugal é depositário.

Hoje mesmo, tem oportunidade de saber mais sobre o TCE e as suas nefastas implicações, às 19h, via zoom, neste link.

O evento conta com o especialista Martin Dietrich Brauch, Investigador Jurídico no Columbia Center on Sustainable Investment (CCSI), da Faculdade de Direito e do Instituto da Terra na Columbia University, em Nova York. Não perca!

Comments

  1. Júlio Rolo Santos says:

    Todos precisamos da energia, quer da eletricidade, do gás e do combustível, para fazer girar o mundo e, das empresas que o produzem e o fazem chegar até nós. Contrariar isto é ser-se ingénuo. Felizmente que hoje há condições para cada um produzir a sua própria energia e poder consumi-la. Falo da eletricidade com o uso dos painéis solares e, pelos vistos, continuamos a não os utilizar na proporção adequada por forma a nos podermos libertar da dependência dos grandes fornecedores habituais. Assim sendo, como compatibilizar isto?

    • Paulo Marques says:

      Eu bem tento, mas à noite não ligam e lá tenho que pedir à EDP.
      Ou, vá, temos, quem? Os que só não compram casa por causa do IMI? Com um contracto bem abaixo da duração dos painéis com uma empresa que não se faz ideia se dura até lá ou a mudança de condições do operador? Provavelmente faz sentido, mas não é propriamente garantido
      Mas isso continua a ser irrelevante, faltam meios materiais para trabalhadores e empresas, enquanto os nossos líderes andam à porta fechada a garantir lucros às próximas fraudes.
      Pode sentir-se bem pela sua superioridade virtuosa, mas o mundo continua no mesmo exacto caminho.

  2. Elvimonte says:

    Camarada Ana “cassete” Moreno, muitos parabéns pela imagem que usa para ilustrar o seu post. Conto seis torres de refrigeração, algo que a camarada desconhece o que seja, estando uma delas fora de uso e apenas uma chaminé em funcionamento

    Das torres de refrigeração emana uma pluma, algo que a camarada desconhece o que seja, constituída por gotículas de água, precisamente a constituição daquelas nuvens muito brancas.

    Portanto, muitos parabéns porque:
    i) demonstra mais uma vez a sua ignorância;
    ii) apesar de ignorante, consegue vender a ideia de que as nuvens brancas são constituídas por fumos poluentes;
    iii) o negócio de venda da banha da cobra na banca do Aventar continua de vento em popa.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.