“Não há graça que não faça o FMI”

Bartoon, de Luís Afonso, no jornal Público.

Comments

  1. balio says:

    Vale a pena recordar que um dos fundadores da economia clássica, David Ricardo, também criticou abundantemente as “rendas” (= lucros excessivos) que auferiam os proprietários das melhores terras agrícolas da Inglaterra do seu tempo.

  2. Paulo Marques says:

    Tal como aconteceu com o antigo conservadorismo nos EUA, a eurolândia descobriu que o FMI é uma irresponsável organização esquerdista e que há que insistir cada vez mais no caminho único ideológico. Vai correr tudo bem.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.