Abril sempre

Fotografia: MAYO

Abril Sempre

Abril de calor
Abril de frieza
Abril de fervor
Abril de pureza

Abril da chuvada
Abril de saudade
Abril camarada
Abril liberdade

Abril que é verdade
Abril solto, Abril suado
Carregado de paixão

Abril sem entrave
Fraterno e inebriado:
Abril revolução.

Abril do passado,
Abril do presente:
25 de Abril sempre!

João L. Maio

Comments

  1. JgMenos says:

    Cantar Abril de 74 com acordes de 75 é o entretém da cambada que quase 50 anos depois mais não faz que reproduzir o desatino de nada construir a troco de palavras.

    • João L Maio says:

      Olha ele! Pensava que hoje estavas com a cabeça enterrada na areia. Uma vez que não estás, é melhor não tentares passar pelas portas, não vai caber…

      Feliz dia da Liberdade, camarada!

    • Paulo Marques says:

      Para quer construir quando se faz carreira a vender o que os outros construiram e a ficar com tacho na gestão?

    • POIS! says:

      Pois! Antigamente é que era lindo!

      Pelo Menos, construía-se muito! E a cantar!

      “Minhas botas, velhas, cardadas
      Palmilhando léguas sem fim,
      Quanto mais velhinhas e ‘stragadas
      Tanto mais vigor sinto em mim”.

      Isto sim, é poesia! E assim, pelo Menos, se desenvolveu a pujante indústria do calçado Nacional!

  2. Marques Aarão says:

    Sessões comemorativas carregadas de palavreado fino em charco de lamas podres.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.