Igor Khashin: o espião de Setúbal

Vou citar o aventador Carlos Garcez Osório na sua página de Facebook:

“É este o espião russo, obviamente comunista, de seu nome IGOR KHASHIN que tem “colaborado” com o gabinete que recepciona os Refugiados Ucranianos que procuram a Câmara Municipal de Setúbal (CDU) aproveitando para sem qualquer pejo os interrogar conforme bem entende. Ah, no tal gabinete trabalha a sua Mulher cuja contratação foi claramente resultado de mérito próprio e não como as mentes mais perversas vão sugerir, consequência da influência do Marido. Pois. Basta “googlarem” o seu nome para começarem a perceber a dimensão do escândalo e do esquema que putin patrocinou em Portugal”.

O MNE já expulsou o espião? O MP já iniciou o competente processo? O Presidente da CM Setúbal já se demitiu? Ou será que Portugal é uma república das bananas?

Comments

  1. Bhaf da Silva says:

    Portugal não é uma república das bananas, Portugal é um país de bananas! Julgamo-nos todos mais espertos que os outros (bananas) e este é mais um vergonhoso resultado disso. Continuem assim camaradas bananas.
    Já agora, como também sou mais esperto do que vocês, proponho mudar o nome de Portugal, para Bananal. Creio que vou lançar uma petição nesse sentido, sim porque somos bons em petições, agora em ações somos todo uns verdadeiros bananas.
    Querem exemplos? Ficou ofendido? Reaja, OK? Não fique a dormir, proteste. Fale mal de mim se quiser, mas faça a sua parte para mudar para melhor.

  2. Paulo Marques says:

    Ainda não se abriram os campos de concentração para russos e comunistas? Pais de idiotas, que nem para República das Bananas, país exportador de trabalho escravo a mando do capital, serve.

  3. Paulo Marques says:

    Artigo 26.º

    A todos são reconhecidos os direitos à identidade pessoal, ao desenvolvimento da personalidade, à capacidade civil, à cidadania, ao bom nome e reputação, à imagem, à palavra, à reserva da intimidade da vida privada e familiar e à proteção legal contra quaisquer formas de discriminação.

    A privação da cidadania e as restrições à capacidade civil só podem efetuar-se nos casos e termos previstos na lei, não podendo ter como fundamento motivos políticos.


  4. Hermano Saraiva, num dos últimos programas que fez, disse que Portugal iria acabar e de facto com tanta gente rasca isto não vai acabar bem, começou com a Floresta de Enganos, em 1536, noutro filme do mesmo Hermano Saraiva, em Évora e depois nunca mais se ouviu falar de Gil Vicente. Será o que vai acontecer conosco.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.