Vistos Gold: a elite que flutua acima dos comuns mortais que vão presos por roubar mercearias em supermercados

AFIM.png

Fotografia: Mário Cruz/Lusa

Durante as alegações finais do julgamento de António Figueiredo, antigo presidente do Instituto dos Registos e Notariado, preso desde 2014 no âmbito do caso Vistos Gold e acusado dos crimes de corrupção passiva, peculato, branqueamento de capitais e tráfico de influência, o conhecido advogado Rogério Alves, citado pelo jornal Público, alegou que Figueiredo não devia sequer ser condenado por tráfico de influência na medida em que era “incapaz de dizer que não” aos pedidos que recebia, viessem eles de onde viessem. Continuar a ler “Vistos Gold: a elite que flutua acima dos comuns mortais que vão presos por roubar mercearias em supermercados”

Marques Mendes apanhado a pedir favores em escutas relacionadas com o caso Vistos Gold

MM

Não é que estejamos perante uma grande novidade, o Diário de Notícias até chegou a censurar uma notícia sua que envolvia o pequeno grande barão do PSD e as ligações ao caso dos Vistos Gold, mais que muitas, eram já do conhecimento público.

Mas as recentes revelações do jornal Público levam esta história para um novo patamar, ao citar escutas em que Marques Mendes é apanhado a pedir favores ao antigo presidente do IRN e actual arguido do caso dos Vistos Gold, António Figueiredo. Pedidos com respostas tão sugestivas como “Podemos eventualmente ir pela via da discricionariedade”. Continuar a ler “Marques Mendes apanhado a pedir favores em escutas relacionadas com o caso Vistos Gold”

Um juiz “totalmente disponível para tudo”

GOLD

Foto: António Figueiredo@JN

Já passaram alguns dias e fico com a sensação que pouco se tocou neste assunto. E não é um assunto qualquer. Os jornais falaram nisso, é verdade, mas não parece ter levantado a mínima partícula de pó.

O preso preventivo António Figueiredo, até há pouco tempo presidente do Instituto de Registos e Notariado, terá telefonado ao juiz Luís Vaz das Neves, presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, e ter-lhe-à dito que desconfiava estar sob investigação e escuta da PJ. Perspicaz, o juiz respondeu:

Desde já lhe digo e lhe quero manifestar que tudo, mas tudo que o soutor entenda que possa ser útil, porque eu conheço o soutor, estou totalmente disponível para tudo” (fonte: Expresso)

Continuar a ler “Um juiz “totalmente disponível para tudo””

Não há pai para Marques Mendes

SH e Marques MendesMarques Mendes em jantar comício na Trofa (fotografia@Notícias da Trofa)

Na minha terra, a Trofa, a mitologia social-democrata local alude a Luís Marques Mendes como “o pai do concelho“. Motivo? Em 1998, quando a elevação a concelho acontece, Marques Mendes era o líder parlamentar do PSD e apoiou as aspirações dos trofenses. Claro que, como poderão imaginar, o interesse de Marques Mendes não residia propriamente nas aspirações independentistas dos trofenses mas antes no facto de Santo Tirso, a autarquia que governava a Trofa, ser território socialista. Juntou-se o útil ao agradável.

Continuar a ler “Não há pai para Marques Mendes”