Domingos aponta o caminho e o modelo

Domingos estreou-se na Galiza, e no comando do Depor, com uma vitória que poderia ter sido robusta. Colocou, na equipa inicial, quatro portugueses (Zé Castro, Bruno Gama, André Santos e Pizzi) e Evaldo que, me parece, tem dupla nacionalidade (portuguesa e brasileira). No segundo tempo, chamou ainda Nelson Oliveira. O adversário era a grande revelação da liga espanhola, o Málaga, do igualmente português a tempo inteiro, Eliseu.

Ora, o Málaga é o próximo adversário do FC Porto na Liga dos Campeões, prova em que o campeão nacional português é o nosso único representante, ultrapassada a fase de grupos que mandou pela borda fora Benfica e Sporting de Braga.

Suporte da vitória, “trabajo, orden y buen fútbol”, pilares que Domingos definiu desde a sua apresentação e que bem podem servir de modelo aquando dos jogos entre malagueños e dragões.

Já agora, digam-me se não é um gozo assistir a um jogo tão intenso, com seis portugueses em campo?! Pena não ter sido em Portugal!

Ah! O golo do Pizzi (na foto do Depor Sport, a iniciar a jogada), um mimo!

 Imagem

E a Culpa é de Pinto da Costa, Claro!

Só faltava mais esta. 
Chicote em punho, Paciência esgotada
A equipa de futebol profissional joga mal, sem garra e sem ânimo.
A equipa de futebol profissional tem desanove elementos novos neste ano.
O Presidente do Clube, não tem força nem manda, conclusão única a tirar depois de no dia anterior ao despedimento do treinador, ter afirmado e reafirmado que não passava pela cabeça de ninguém acabar com o projecto em que estavam empenhados e no dia seguinte ter feito o seu contrário.
A equipa dirigente não se entende e opta por uma chicotada.
O treinador, reconhecidamente bom, teceu críticas há algum tempo, dirigindo-as para dentro do clube.
O treinador ter-se-há encontrado com amigos de sempre, o que é um crime de “lesa magestade”.
Os amigos são portistas e dirigentes do FCP.
E a culpa dos maus resultados, do mau ambiente no balneário, da enormidade de jogadores novos, dos maus jogos efectuados, dos dirigentes não se entenderem e de tudo o mais que de mau acontece ciclicamente ao SCP, é do senhor Pinto da Costa.
Ora batatinhas, senhores dirigentes do Sporting. Esperemos que o senhor Pinto, novo treinador, esteja mais calmo do que sempre o conhecemos, e vos traga muitas alegrias.

De regresso a Alvalade, Sá Pinto em breve deve sair depois de andar à porrada pela enésima vez


Todos sabemos que o novo treinador do Sporting, Ricardo Sá Pinto, resolve o problema sempre da mesma maneira: à bordoada. Foi assim quando Artur Jorge não o convocou para a Selecção Nacional, foi assim quando foi expulso no último jogo da sua carreira (que melhor forma de terminar uma carreira recheada de êxitos?), foi assim da última vez que saiu de Alvalade depois de bater em Liedson.
Por isso, não devemos esperar que a sua passagem pelo Sporting dure muito. Quanto ao Domingos, estou com ele. Ainda gostava de ver o caixote do lixo dos verdes.

Os golos do Naval 0 – Braga 4

Coisas que já se sabem sobre este campeonato: Domingos Paciência vale 5 Paulos Bentos, 3 Jesualdos, e 4 Jesus (este último também por causa da gramática).

Levando também com túneis em cima, com um orçamento ridículo comparado com o das duas equipas que se lhe vão seguir na classificação, repetiu em maior escala o que tinha feito na Académica: levar a equipa a um lugar que nem os adeptos imaginavam. Com jogadores desprezados  pelos ricos (Luís Aguiar demonstrou hoje novamente que no Dragão também se dorme) fez um verdadeiro milagre no Braga.

Pode não ganhar o campeonato, mas já devia ter ganho o bilhete de regresso ao seu clube. Infelizmente duvido que tal aconteça, que a idade não perdoa, e a de Pinto da Costa também não.

0-1
http://rd3.videos.sapo.pt/play?file=http://rd3.videos.sapo.pt/uWRWD7JPWqpV2bfQ6voN/mov/1 [Read more…]

Arsenal de Braga

O Braga ganhou o solstício do Inverno.

Em primeiro lugar desde a 1ª jornada.

domingos paciencia

Estou a gostar deste campeonato.