Domingos aponta o caminho e o modelo

Domingos estreou-se na Galiza, e no comando do Depor, com uma vitória que poderia ter sido robusta. Colocou, na equipa inicial, quatro portugueses (Zé Castro, Bruno Gama, André Santos e Pizzi) e Evaldo que, me parece, tem dupla nacionalidade (portuguesa e brasileira). No segundo tempo, chamou ainda Nelson Oliveira. O adversário era a grande revelação da liga espanhola, o Málaga, do igualmente português a tempo inteiro, Eliseu.

Ora, o Málaga é o próximo adversário do FC Porto na Liga dos Campeões, prova em que o campeão nacional português é o nosso único representante, ultrapassada a fase de grupos que mandou pela borda fora Benfica e Sporting de Braga.

Suporte da vitória, “trabajo, orden y buen fútbol”, pilares que Domingos definiu desde a sua apresentação e que bem podem servir de modelo aquando dos jogos entre malagueños e dragões.

Já agora, digam-me se não é um gozo assistir a um jogo tão intenso, com seis portugueses em campo?! Pena não ter sido em Portugal!

Ah! O golo do Pizzi (na foto do Depor Sport, a iniciar a jogada), um mimo!

 Imagem

Comments


  1. tambem o que queres e roubar mais

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.