»Es war spätabends, als K. ankam«

Back to the 1890s, there was a very famous campaign manager, Mark Hanna, who was a star of campaign management. He was asked once: “what does it take to win an election?”. And he said: “it takes two things, the first one is money… and I’ve forgotten what the second one is”.

— Noam Chomsky

O que eu pergunto são coisas verdadeiras, correctas e reais.

— Rodolfo Reis, 3/6/2017

And it seems like twenty-five years of
Promises

Gary Marx & Andrew Eldritch

***

Muitos fatos e muitos contatos.

Onde? No sítio do costume. Quando? Hoje.

Contatos

Fatos: [Read more…]

O OE2017 está em “sério risco de incumprimento”

Can’t you see I’m easily bothered by persistence?

— Darrell, Paul, Anselmo & Brown, “Walk

***

Saúde-se a Comissão Europeia por “não avançar com uma suspensão de fundos a Portugal”, mas lamente-se profundamente a decisão de “deixar passar a proposta de Orçamento do Estado para 2017”.  Ao contrário daquilo que a Comissão Europeia anda por aí a “revelar”, o Orçamento do Estado para 2017 não está em mero “risco de incumprimento” coisíssima nenhuma (como diria Gaspar).

Se a Comissão Europeia lesse com atenção aquilo que se publica no Aventar, saberia que os OE da República Portuguesa estão, isso sim e há muitos anos (lembrete: desde 2012), em “sério risco de incumprimento” das regras que o seu criador estabeleceu quer para si próprio, quer para os serviços, organismos e entidades que de si dependem, quer para o sistema educativo, quer para o sítio do costume.

O sítio do costume? Bem lembrado.

dre16112016

***

A retenção do título, a repercussão e a comunicação do fato

Is there no standard anymore?

— Darrell, Paul, Anselmo & Brown, “Walk

Les résonances se dispersent sur les différents plans de notre vie dans le monde, le retentissement nous appelle à un approfondissement de notre propre existence.

— Gaston Bachelard, “La poétique de l’espace

***

2015-02-24-viewbridge4-thumb

Fonte: Huffington Post UK (http://huff.to/2cxBstp)

Ao contrário daquilo que acontece na Psicanálise, com a imagem a ser estudada em função das suas origens, a imagem fenomenológica é analisada em função dos efeitos produzidos. Lembrei-me disto, a propósito do Diário da República de hoje, no qual encontrei «reter o título», pouco depois de o «le retentissement nous appelle à un approfondissement de notre propre existence», de Bachelard, ter reaparecido nuns papéis que ando a arrumar. Sendo verdade que esta retenção nada tem a ver com a repercussão (retentissement → retentir = re- + tentir) de Bachelard, também é verdade que na ressonância ouvimos um poema, mas na repercussão esse poema é nosso. Diz Bachelard.

Quanto ao sítio do costume, como podemos verificar, não há novidades.

dre1992016

***