Renault, um fabricante automóvel vergado ao totalitarismo bolivariano que assola Portugal

commie

Passos Coelho tinha razão: não há meio de haver um investidor que queira pôr o seu dinheiro neste país controlado por comunistas e bloquistas. O Diabo espreita ao virar da esquina e os investidores fogem a sete pés. Perante esta verdade absoluta da Igreja do Neoliberalismo da Catástrofe dos Últimos Dias, o acordo firmado entre trabalhadores e administração da Renault Cacia só pode ser compreendido à luz de um qualquer esquema totalitário, assente no recurso à violência mais atroz. [Read more…]

O regresso da fraude na indústria automóvel

Renault alvo de buscas. Acções caem mais de 20% na bolsa de Paris.