Obcecados por Daniel Oliveira

Daniel Oliveira SIC

(Daniel Oliveira numa rara aparição sem a sua temível barba)

De cada vez que o Daniel Oliveira dá um peido, há um bloguer da direita liberal-católica-conservadora que vem em socorro da moral, dos bons costumes, da mão invisível e do darwinismo social. Chega a ser hilariante verificar o contraste entre a demência que lhe é atribuída e importância que lhe é dada por estas pessoas. Não digo que não devem ou que não tenham o direito de o criticar, é claro que têm e devem! Mas a constante chacota e desprezo pelo trabalho do “perigoso radical barbudo” torna-se difícil de compreender à luz das frequentes publicações, quase diárias, dedicadas ao homem em blogues como o Blasfémias ou O Insurgente.

Se tudo o que homem diz é tão disparatado, porque raio lhe dão tanta importância? Será algum episódio de amor reprimido não correspondido? Será simples inveja do “fundamentalista” se ter safado tão bem no jornalismo? Que espécie de obsessão é esta? Talvez não fosse má ideia criar um separador dedicado ao senhor, não acham? Categoria: Daniel Oliveira. É fazer umas t-shirts e umas canecas com barba, vão certamente vender mais do que os ursinhos do Hayek (seriously, you give that to your children???)! Ou então podem sempre fazer um ursinho marxista enforcado com uma barba igual à do Daniel, algo que, no fundo, mas mesmo lá no fundo, deve ser o sonho de muitos destes democratas adeptos da sociedade do safe-se quem puder. Até porque, se isso acontecesse, não seria difícil encontrar um sucessor para o cargo: afinal de contas, algumas destas pessoas conseguem ver esquerda em todo o lado, inclusive na direita.

O que estará na origem de tanta excitação e saliva em torno do trabalho do Daniel Oliveira? Não faço a mínima ideia. Convenhamos que Daniel Oliveira não é propriamente o único jornalista de esquerda com destaque nos media mainstream. As TV’s e os jornais estão cheias de comentadores de esquerda, na maior parte dos casos afectos ao PCP ou ao Bloco. Principalmente ao Bloco. Rui Tavares tem destaque, Francisco Louça tem destaque, Boaventura Sousa Santos tem destaque, Carvalho da Silva tem destaque e até Mário Soares, que debita barbaridades a uma velocidade estonteante, tem destaque e não apanha metade. Isto para não falar do imenso exército de discípulos de Sócrates, muitos deles integrantes do desastre governativo anterior, também eles habitualmente debaixo dos holofotes da imprensa. O que tornará Daniel Oliveira tão especial para que, a cada escrito seu, o exército blogosférico da Opus Dei Business School lhe caia em cima sem dó nem piedade como se o homem fosse o anticristo? Se calhar é o único que lhes dá pica. Lá no fundo deve ser tudo admiração, muito possivelmente com sonhos molhados à mistura…

Comments


  1. A cabeça do carago do Daniel Oliveira dá-lhes ponta e ele gosta de os fornicar. A repressão sexual é fodida.

  2. Nightwish says:

    O Daniel toda na ridicularidade da direita e, enquanto radicais extremistas, isso afecta-lhes o cérebro de tal maneira que têm que explodir.


  3. Força Daniel!
    Estou contigo.


  4. Força Daniel – radicais são os que o atacam – mas radicais insustentáveis e merecendo adjectivos que você teve coragem de dizer – a verdade mete mêdo e leva à pior das opiniões de tanto opinioso – se ser radical é ser calro como água eu acho-o claro como água – mas privatizaram a “água” ?? você ainda não falou nisso e cá espero


  5. Barba não gostavam ?? Mas ao menos nem é gordo nem goza e ri despudoradamente dos temas discutidos que a “outros” dão para rir e deviam, antes, ir ao teatro de revista – também não sugiro que chorem mas já agora há RIDOS que são INDECENTES


  6. Risos podem ser INDECOROSOS o que não admira pois que “fazem” lá de “cima” (como os pombos)

  7. miucha says:

    nem conservadora nem católica e muito mas mesmo muito bem fodida e nada reprimida e tão certo quanto o daniel ter barba, coitado ,mesmo quando a não tem, com toda a certeza vos digo que é necessário “desmontar” o daniel, o discurso claro está, não vão os menos avisados tomá-lo por quem não é e afinar a realidade pelos seus delírios

  8. Joam Roiz says:

    Ben(dito) seja o radicalismo de Daniel Oliveira. Precisamos de muitos Daniéis Oliveira, particularmente no jornalismo de opinião e debate. As verdades que diz, são como punhais no peito de tantos jornalistas e comentadores encartados desta direita neoliberal e burguesa que arrasta o País para o abismo. Nem sempre estou de acordo contigo, mas que nunca te doa a garganta, Daniel Oliveira.

  9. Daniel says:

    Foi practicamente o que pensei depois de me ter deparado ontem com mais um post dedicado ao Daniel Oliveira no Insurgente. Fiquei na duvida se era só eu que não percebia a importancia que o Daniel Oliveira tem para a direita, mas afinal não estou sozinho. Enfim, sempre ouvi dizer que quem desdenha quer comprar…

  10. F. Flores says:

    O Daniel não dá. Ele é…

  11. pois says:

    Isso explica-se assim, fazem parte do “bloco Central” que se diz de “Esquerda”, que se sentiu intimidado com algumas revelações, nomeadamente de visitantes do Clube Bildeberg que por sinal fazem par com o Daniel no programa da TV… Não percebem?! Deviam perceber…
    Sentem-se muito intimidados com “franqueza” e depois os ataques vem “pela calada”, do suposto (outro lado!)… 🙂
    Bem que o cabelo estava quase rapado, mas que a retorica é de esquerda… ( Note-se a Retorica. ) Não conheço nenhuma “Fundamentalista de Esquerda” de cabelo quase rapado, e com um historial daqueles… Voçês conhecem?! (lol)
    Bem a par do “Aguiar Branco” ou do “Tio Bilderberg”… 🙂

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.